QUERO DOAR R$ 20,00

sábado, 28 de maio de 2016

// //

Benefícios Previdenciários – Renda Inicial na Aposentadoria por Idade

Benefícios Previdenciários – Renda Inicial na Aposentadoria por Idade

Neste artigo o Consultor Previdenciário vai tratar de como o INSS calcula a renda mensal inicial para o benefício de aposentadoria por idade.

O INSS calcula o valor inicial dos benefícios previdenciários de acordo com o que foi contribuído no período iniciado em julho de 1994 até o mês anterior ao que for fixado como data inicial do benefício. As contribuições feitas no período são atualizadas e contadas, separando-se uma quantidade que corresponda a 80% do total de contribuições, escolhidas pelas de maior valor, fazendo-se a média. Depois do cálculo da média das contribuições no período citado o valor da renda mensal inicial será fixada, no caso da aposentadoria por idade, da seguinte maneira:

- será pago 70% da média calculada acrescida de 1% por ano completo de contribuição, limitando-se a renda a 100% da média, caso o requerente tenha 30 anos de contribuição ou mais.

No caso do segurado possuir somente os 15 anos mínimos exigidos como carência para o benefício de aposentadoria por idade a renda será de 85% da média.

Existe uma particularidade no cálculo da renda em que é preciso que o segurado tenha, no mínimo, 60% do período compreendido entre 07/1994 e o mês anterior ao pedido, de meses com contribuição para que o divisor da média seja igual ao total de meses do período.

Quem tiver menos meses de contribuição, no período citado, terá o divisor fixado em 60% do total de meses do período. Siga o seguinte exemplo: se um segurado completou a idade no mês de março de 2014 terá que ter 141 contribuições feitas entre 07/1994 e 02/2014 para ter a média feita pela soma de 80% das maiores contribuições dividas pelo total de contribuições encontradas. Quem tiver menos que esse total terá a soma das contribuições divididas por esse número.

Para entender a explicação acima convido que veja o artigo: Como é feito o cálculo da renda mensal nos benefícios do INSS e veja um exemplo de cálculo simulado da renda mensal.

Observação: Para quem tem somente os 15 anos de contribuição é provável que a renda mensal seja igual ao valor do salário-mínimo. Contribuir alguns anos com valor elevado não garante melhoria na renda mensal inicial, podendo se tornar um investimento sem retorno.

Caso tenha alguma dúvida acesse o Fórum do Consultor Previdenciário e faça sua pergunta que será respondida o mais breve possível.

Fórum do Consultor Previdenciário
Portal do Conhecimento Previdenciário. Faça sua Doação
Continue lendo...

quarta-feira, 25 de maio de 2016

// //

Benefícios Previdenciários, tudo sobre o INSS.

Benefícios Previdenciários, tudo sobre o INSS.

Benefícios Previdenciários traz tudo sobre o INSS, os benefícios oferecidos, as regras que estabelecem direito, as formas de contribuição para que o cidadão possa se tornar segurado e protegido pelo sistema de previdência.

Para o cidadão em geral os benefícios previdenciários são sempre complexos, por isso publicamos artigos de fácil leitura sobre cada um dos benefícios e oferecemos a oportunidade de formular perguntas.

Para tirar sua dúvida basta acessar o Fórum do Consultor Previdenciário e escrever sua resposta.

Fórum do Consultor Previdenciário

Portal do Conhecimento Previdenciário. Faça sua Doação
Continue lendo...

terça-feira, 24 de maio de 2016

// //

Benefícios Previdenciários: Quem pode aposentar-se no INSS?

Benefícios Previdenciários: Quem pode aposentar-se no INSS?

Neste artigo o Consultor Previdenciário vai apresentar um resumo dos tipos de aposentadorias que são oferecidas pelo INSS para seus segurados no intuito de responder a questão "quem pode aposentar-se no INSS". Para maiores detalhes sobre cada uma das aposentadorias basta clicar no título em destaque que será direcionado a um artigo completo.

Para responder a pergunta “quem pode aposentar-se no INSS” é preciso que o consulente informe uma série de dados, pois há vários tipos de aposentadorias e cada uma delas tem regras para definir o direito. Em tese qualquer pessoa, que seja segurada da Previdência Social do Brasil, pode aposentar-se no INSS. O direito se dará quando cumpridos os seguintes requisitos:

– terá direito a aposentadoria por tempo de contribuição a pessoa que contar com 35 anos de contribuição, para o sexo masculino, e 30 anos de contribuição, para o sexo feminino. Não há exigência de idade mínima para ter direito, porém a aplicação do fator previdenciário pune os mais jovens com redução da renda mensal inicial. Para as pessoas que exercem atividade de professor  o tempo de contribuição sofre um redutor de 5 anos.

– terá direito a aposentadoria por idade a pessoa que completar 15 anos, exatos 180 meses, de contribuição e atingir a idade de 65 anos, para pessoas do sexo masculino, e 60 anos, para pessoas do sexo feminino. Na aposentadoria por idade a renda mensal é fixada em 70% da média das contribuições e mais 1% por ano de contribuição, quem tiver 30 anos terá renda de 100% da média. No caso do trabalhador rural, que comprove a condição de segurado especial, a idade mínima tem uma redução de 5 anos para ambos os sexos.

– terá direito a aposentadoria especial aquele cidadão que trabalhar por 25 anos em atividade que apresente risco à saúde por exposição a agentes noviços ou que apresente risco à vida. O direito a esta aposentadoria é decidido pela perícia médica do INSS que analisa o formulário PPP, Perfil Profissiográfico Previdenciário.

– terá direito a aposentadoria por invalidez  a pessoa que for considerada, pela perícia médica do INSS, incapacitada para o trabalho, de forma definitiva e sem condições de ser reabilitada para outra função. Para ter direito a esta aposentadoria a pessoa terá que ter um mínimo de 12 meses de contribuição, comprovadamente feitas antes de ter ficado incapacitado. No caso de acidente ou doença grave não são exigidos os 12 meses de contribuição, mas terá que comprovar que estava regularmente registrada na Previdência Social e com qualidade de segurado.

Somente os segurados da Previdência Social podem, quando completados os requisitos mínimos exigidos para cada tipo de benefício, requer aposentadoria no INSS. Quem nunca contribuiu não terá nenhum tipo de benefício, mesmo que tenha idade avançada ou tenha extrema necessidade. A Previdência Social do Brasil funciona como uma seguradora e por isso os benefícios são pagos a quem for segurado e não a quem deles tenha necessidade. Existem algumas formas de contribuição que tornam mais fácil que as pessoas se tornem seguradas, por isso é necessário que cada uma escolha a que lhe for mais favorável e se torne um segurado da Previdência Social do Brasil para, futuramente, ter o direito de aposentar-se.

Observação: Para maiores detalhes clique nos títulos em destaque.


Caso tenha alguma dúvida acesse o Fórum do Consultor Previdenciário e faça sua pergunta.

Fórum do Consultor Previdenciário
Continue lendo...