quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

// // Leave a Comment

Renda Inicial do Salário-maternidade – Exemplo Prático

Renda Inicial do Salário-maternidade – Exemplo Prático

Neste artigo vamos demonstrar como é feito o cálculo da renda mensal inicial para o benefício salário-maternidade no caso da segurada na condição de contribuinte individual, ou facultativo, e com direito por estar no período de graça.

A renda mensal das seguradas que contribuem por conta própria, com valor acima do mínimo, e para as que se encontram no período de graça é calculada pela média das 12 últimas contribuições encontradas em um período não superior a 15 meses. Na prática o que isso significa?

Para melhorar o entendimento digamos que uma segurada teve seu filho no mês 02/2017. Para determinar a renda o sistema procurará as contribuições que tenha feito no período de 01/2017 até 11/2015, que equivale aos 15 últimos meses a contar do mês anterior ao que a criança nasceu.


Para entender o cálculo veja as situações de 1 a 16 que constam na imagem 1 abaixo. Na imagem 2 consta o cálculo de acordo com cada situação, sendo que é fixado o valor igual ao salário-mínimo quando a média encontrada é inferior a esse valor. A coluna renda bruta é o valor da média encontrada em cada situação e a coluna renda líquida é o valor que a segurada vai, efetivamente receber, pois há um desconto de 20% equivalente ao valor da contribuição previdenciária. Para ver as imagens abaixo em tamanho maior basta clicar nelas ou acessar este link.

Renda Inicial do Salário-maternidade – Exemplo Prático

Renda Inicial do Salário-maternidade – Exemplo Prático

Caso tenha alguma dúvida acesse o Fórum do Consultor Previdenciário, clique na imagem abaixo, e faça sua pergunta que será respondida o mais breve possível.

Fórum do Consultor Previdenciário

0 comentários:

QUERO DOAR R$ 20,00