QUERO DOAR R$ 20,00

sábado, 5 de julho de 2014

// // 4 comments

Quando é permitido receber mais de uma pensão por morte no INSS.

Quando é permitido receber mais de uma pensão por morte no INSS.

Neste artigo vamos tratar dos casos em que uma pessoa pode receber, do INSS, mais de uma pensão por morte, pois em regra geral a norma é ter direito a apenas um benefício de mesma espécie.

A legislação previdenciária permite que, em alguns casos, seja possível receber mais de um benefício de pensão por morte. Esse fato ocorre nos seguintes casos: 

- Quando um filho ou filha, menor de 21 anos, perde o pai e a mãe pode receber dois benefícios de pensão por morte, um deixado pelo pai e outro deixado pela mãe, desde que ambos sejam segurados da Previdência Social e tenham qualidade na época do óbito. Quando um dependente recebe o benefício deixado por um dos pais e o outro vem a falecer pode requerer um novo benefício.

- O mesmo ocorre com o filho ou filha maior inválido, devidamente aceito pela perícia do INSS. Saiba mais neste artigo: Quando o filho maior inválido tem direito à pensão por morte no INSS

- O dependente pai ou mãe também pode receber um benefício de pensão por morte deixado por um filho e, posteriormente, requerer um outro benefício de pensão por morte deixado pelo esposo, esposa, companheiro ou companheira. Saiba quando o pai ou a mãe tem direito à pensão por morte neste artigo: Pensão por morte. Quando o pai, ou a mãe, pode requerer

Sugiro a leitura dos seguintes artigos: 



Caso tenha alguma dúvida faça sua pergunta que será respondida assim que for possível.

Fórum do Consultor. Pergunte sobre os benefícios do INSS
Portal do Conhecimento Previdenciário. Faça sua Doação

4 comentários:

Ampliando Horizontes disse...

Gostaria de esclarecimentos, se, mesmo tendo renda a companheira tem direito a pensão por morte. O processo em primeira estância foi julgado improcedente por essa razão. Grata.

O Consultor em Previdência disse...

Tem alguma coisa errada, pois a renda da companheira nada tem a ver com o direito, procure o advogado que cuida do processo que ele vai dizer o que aconteceu.

Francisly disse...

Olá, estou com uma duvida, o pai do meu filho rebeldia uma aposentadoria de um salário mínimo, ele morreu dia 17 de abril de 2015, e só agora em março dei entrada nos documento pedido um pensão por morte. O nosso filho hoje está com 13 anos, a minha dúvida é...ele vai poder receber o benefício desde da morte ou só de quando dei entrada nos documentos?

Consultor Previdenciário disse...

Francisly
Recebe desde o óbito.