QUERO DOAR R$ 20,00

quarta-feira, 14 de maio de 2014

// //

O Cálculo da Renda da Aposentadoria por Idade na Previdência.

O Cálculo da Renda da Aposentadoria por Idade na Previdência.

Neste artigo o Consultor Previdenciário vai tratar da fórmula utilizada pelo INSS para determinar a renda mensal inicial no caso da aposentadoria por idade.

É preciso salientar que o INSS só utiliza o valor das contribuições realizadas a partir do mês 07/1994 para fins de cálculo da renda mensal inicial em seus benefícios e de nada adianta aumentar o valor contribuído nos últimos anos, na esperança de ter uma renda maior quando for requerer o benefício.

A maioria dos segurados do INSS não sabe como é feito o cálculo da renda mensal dos benefícios e, no caso da aposentadoria por idade, a fórmula usada pode levar o segurado a ficar frustrado com o valor recebido. Saiba mais sobre aposentadoria por idade lendo o artigo: A Aposentadoria por Idade no INSS.

Por desconhecerem as regras aplicadas pela Previdência Social no cálculo da renda mensal inicial do benefício de aposentadoria por idade muitos segurados acreditam que, se contribuírem com valor mais elevado, terão uma renda melhor quando forem requerer o benefício.

Para que a renda final venha a ser de valor maior que o mínimo é preciso que o segurado tenha tempo de contribuição bem maior que o mínimo exigido e tenha contribuído por muitos anos com valor bem acima do mínimo. Na maioria dos casos a renda mensal é estabelecida no valor mínimo ou muito próximo disso.

A explicação para a afirmação acima se dá pelos seguintes fatos:

- o cálculo da renda mensal, nos benefícios do INSS, é feito pela média das contribuições realizadas no período iniciado entre 07/1994 até o mês anterior ao requerimento, sendo que são utilizadas somente 80% do total, escolhidas pelas de valor maior. As contribuições, do período citado, são atualizadas antes de serem escolhidas as de maior valor.

- o valor da renda mensal inicial será determinada por 70% da média das contribuições acrescida de 1% por ano contribuído, chegando ao máximo de 100% caso o tempo contribuído seja de 30 anos ou mais.

- Existe uma particularidade no cálculo da renda em que é preciso que o segurado tenha, no mínimo, 60% do período compreendido entre 07/1994 e o mês anterior ao pedido, de meses com contribuição para que o divisor da média seja igual ao total de meses do período. Quem tiver menos meses com contribuição, no período citado, terá o divisor fixado em 60% do total de meses do período. Siga o seguinte exemplo: se um segurado completou a idade no mês de março de 2014 terá que ter 141 contribuições feitas entre 07/1994 e 02/2014 para ter a média feita pela soma de 80% das maiores contribuições dividas pelo total de contribuições encontradas. Quem tiver menos que esse total terá a soma das contribuições divididas por esse número, ou seja, por 141.

Para entender a explicação acima convido que veja o artigo: Como é feito o cálculo da renda mensal nos benefícios do INSS e veja um exemplo de cálculo simulado da renda mensal.

Caso tenha alguma dúvida acesse o Fórum do Consultor Previdenciário e faça sua pergunta que será respondida o mais breve possível.

Fórum do Consultor Previdenciário