Como é feito o cálculo da renda mensal nos benefícios do INSS.

By
Cálculo da renda mensal, INSS, Previdência Social

Neste artigo vamos tratar da fórmula utilizada pelo INSS para calcular o valor da renda mensal que será paga nos benefícios devidos aos seus segurados. O conhecimento da fórmula que irá determinar a renda é muito importante para que o segurado possa decidir se é, ou não, o momento mais apropriado para requerer o benefício, principalmente no caso da aposentadoria por tempo de contribuição.

A maioria dos segurados do INSS não tem conhecimento de quanto será sua renda mensal caso venha a requerer algum benefício. O valor a ser recebido irá variar de acordo com as contribuições realizadas e, também, conforme o benefício requerido. É importante salientar que a renda mensal a ser paga pelo INSS não tem nenhuma relação com o salário recebido, ou o valor contribuído, na atualidade, tanto pode ser menor quanto pode ser maior.

O cálculo da renda mensal dos benefícios do INSS é feito pela média das contribuições feitas a contar de 07/94, ou da data em que iniciou a contribuir, caso tenha iniciado após essa data, até o mês anterior ao mês em que o benefício começará a ser pago. Se o segurado requereu o benefício em novembro, de qualquer ano, o cálculo irá utilizar a contribuição que fez até o mês outubro. O que vale no cálculo da média das contribuições é quanto foi recolhido, pois há casos em que o empregado recebe um valor maior, por fora, e a empresa recolhe um valor menor, nesse caso é o valor recolhido que será usado.

A fórmula utilizada pelo INSS é a seguinte:

1 - São separadas todas as contribuições encontradas no período iniciado em 07/1994 até o mês anterior ao que foi feito o pedido do benefício.

2 - Todas as contribuições encontradas são atualizadas de acordo com os índices indicados no artigo 175 do Decreto 3048/99.

3 - As contribuições encontradas são contadas e separadas as de maior valor até o total correspondente a 80% do total encontrado.

4 – Com a quantidade de contribuições, citadas no item anterior, é feita a média aritmética simples. Essa média é chamada de salário-de-benefício e servirá de base para determinar o valor da renda mensal inicial do benefício requerido pelo segurado.

5 - Um fato importante é que para quem não tem um total de contribuições, no período acima, que seja igual ou maior que 60% do total de meses, do período acima, o cálculo da média será feito pela soma de todas as contribuições divididas pelo número de 60% do período. Por exemplo, de 07/94 até 12/2009 há um período de 186 meses, 60% desse total resulta em 111. Quem tiver menos que 111 contribuições o divisor vai ser esse número.

Na imagem abaixo fiz uma simulação de cálculo com alguns meses, utilizei 20 contribuições para facilitar a demonstração, trata-se de uma alegoria, pois seria impossível fazer um cálculo real para demonstrar como é feito. Veja que os valores foram atualizados e as contribuições em vermelho são as que foram desprezadas. Para fazer a média utilizei 80% do total, ou seja, as 16 contribuições de maior valor após a devida atualização. A média encontrada foi de R$ 1.275,75.

INSS, Previdência, Renda Mensal, Benefícios, Cálculo

A renda mensal dos benefícios do INSS será determinada a partir do valor do salário-de-benefício encontrado, conforme o tipo de benefício:

- Benefício de auxílio-doença: É pago 91% do salário-de-benefício. No exemplo da imagem seria R$ 1.138,18 que corresponde a 91% da média de R$ 1.250,75. Veja um exemplo de cálculo simulado neste link. A partir de 01.03.2015 a renda mensal calculada, conforme explicado aqui, não pode ser maior que a média das 12 últimas contribuições do segurado.

- Benefício de aposentadoria por invalidez: É pago 100% do valor do salário-de-benefício, ou seja, no exemplo R$ 1.250,75.

- Benefício de aposentadoria por idade: É pago 70% do valor do salário-de-benefício acrescido de 1% por ano de contribuição. Considerando a carência mínima de 15 anos a renda mínima será de 85% da média, ou seja, no exemplo R$ 1.063,13. Se o segurado tiver a idade mínima e 30 anos de contribuição fica com 100% da média. Veja um exemplo de cálculo simulado neste link.

- Benefício de aposentadoria por tempo de contribuição: É pago 100% do salário-de-benefício multiplicado pelo fator previdenciário que varia de acordo com a idade do segurado. Quanto mais jovem maior é a perda. Veja um exemplo de cálculo simulado neste link. Os pedidos realizados a partir de 18.06.2015 podem ter a renda mensal igual ao valor do salário-de-benefício desde que os segurados tenham 30 anos de contribuição, no caso das mulheres, e mais 55 anos de idade, e os homens precisam ter 35 anos de contribuição e 60 anos de idade, é a regra 85/95.

O valor da renda mensal inicial pode ser simulado pelo próprio segurado, o INSS não faz o cálculo fora do pedido de benefício, veja como fazer esse cálculo seguindo as dicas deste artigo: Simule sua renda no INSS.

Caso tenha alguma dúvida faça sua pergunta que será respondida o mais breve possível.

Fórum do Consultor. Pergunte sobre os benefícios do INSS

16 comentários:

  1. Aposentei me com 51 anos e 11 meses e 30 anos de contrinuicoes. Perdi cerca de 40% do beneficio devido esse maldito fatorPosso e partir de quando poderei pedir revisao fo mei beneficio? Busco emprego para aumentar minha renda, pois o beneficio nao supre minhas necessidades. Se eu voltar a trabalhar e contribuir mesmo aposentada, poderei recorrer tambem para a revisao do beneficio? Grata pela orientacao.

    ResponderExcluir
  2. Yara
    Não tem como pedir revisão e se voltar a trabalhar também não pode pedir revisão. Existe uma discussão sobre isso, mas é preciso aguardar a decisão do supremo tribunal federal.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia,precisei me afastar do trabalho após um acidente de moto, mais nada haver com o trabalho.contribuo com INSS desde de fevereiro de 2006,e sofri o acidente em 15/03/2014, meu salario atual é R$1164.00...
    Qual o valor q devo receber do INSS mais ou menos?

    ResponderExcluir
  4. Phelipe
    Isso não tem como saber, leia o artigo que entenderá.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, eu tenho 35 anos, com 21 anos de contribuição, fui demitido à 7 meses, e vou reiniciar as contribuições esse mês, atualmente não tenho como comprovar renda.
    a) Acredito que eu devo contribuir como (1406 – contribuinte facultativo mensal), estou certo ?
    b) Ao longo desses 21 anos de contribuições, foi descontado de meu holerite para o INSS valores entre R$300 a R$460.
    Seu eu contribuir agora o tempo restante com base no salário mínimo, isso afetará significamente o valor da minha aposentadoria ? Ou terei que contribuir com valores maiores, para manter a média dos 21 anos iniciais ?

    ResponderExcluir
  6. Cristiano. Se pagar todo o tempo que resta pelo mínimo vai diminuir a média, leia o artigo que vai entender.

    ResponderExcluir
  7. Boa tarde Catarino, dei entrada no loas pro meu filho,mais ainda da como beneficio habilitado quanto tempo demora para ser concedido entrei dia 6 de novembro.Obrigada Rosemary

    ResponderExcluir
  8. Rosemary
    O INSS considera ótimo quando demora 45 dias para conceder, mas não há garantia de que seja feito nesse prazo.

    ResponderExcluir
  9. Catarino Alves, boa noite tudo bem?
    O INSS, tem como base o calculo feito pela Contadoria judicial ou elabora o calculo ou seja se a contadoria incorrer em erro ao efetuar ou calculo, pode o INSS fazer da forma correta?

    ResponderExcluir
  10. Boa noite Catarino?
    É o calculo da RMI da atividade principal e secundaria, gostaria de saber se o INSS tem sua própria forma de calculo ou seguira/cumprira o feito pela contadoria judicial?

    ResponderExcluir
  11. Processos judicias dependem da sentença e quando há cálculos quem faz é a procuradoria, o INSS só cumpre.

    ResponderExcluir
  12. sou operado do coração a tres anos atualmente estou com 62anos e continuo trabalhando mais estou forcando uma barra pois não estou me sentindo bem .atualmente estou trabalhando de arquivista em um hospital .emuito estresante tenho 30 anos de contribuição posso pedir minha aposentadoria.minhas perdas serão muito grandes.meu salario atual e 2730,00 reais meu muito obrigato.Raimundo m g de Santana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raimundo
      Não pode, pois para ter direito precisa ter 35 anos de contribuição e com o tempo que tem poderá se apsoentar quando completar 65 anos de idade.

      Excluir
  13. Bom dia!
    A média é feita em cima do salario minimo da época?
    converto o valor do meu salario em salario minimos, e ai faço a média dos 80% dos maiores salarios? é isso?
    ou é em cima do valor mesmo, ai num ficaria defasado?
    Muito obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é assim, veja o artigo que nele explico como é feito o cálculo.

      Excluir

Caso tenha dúvida faça sua pergunta, utilize o FÓRUM DO CONSULTOR.
Ajude a divulgar o artigo indicando no Google+

Artigos mais lidos na semana