QUERO DOAR R$ 20,00

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

// // 60 comments

O fator previdenciário não acabou.

O fator previdenciário não acabou


O ano de 2009 terminou e o Congresso Nacional não finalizou a votação que alterava as regras de aposentadorias e com isso o fator previdenciário não acabou.

Para quem não sabe o fator previdenciário é um índice que é aplicado sobre a média das contribuições para definir o valor da renda mensal. Quando mais jovem for o candidato ao benefício maior é a perda, pois o fator leva em consideração a expectativa de vida média dos brasileiros. Neste ano de 2010 o fator vai ficar mais apertado, pois o IBGE fixou nova expectativa de vida, fazendo esse índice crescer ainda mais.

Um erro que é muito cometido por quem quer se aposentar é solicitar o benefício sem levar em consideração essa perda. O candidato a aposentar-se tem que ter em mente que o valor da mensalidade é definitivo e valerá para toda sua vida. Os reajustes aplicados pelo Governo não atualizam o valor na sua integralidade e com o tempo há perdas. Quanto mais idade tiver a pessoa mais necessidade de recursos terá para fazer frente à assistência médica e remédios.

Caso queira saber mais sobre esse assunto, principalmente ver a tabela com os índices, entre nesta página da Previdência onde há uma pequena explicação de como é feito o cálculo e a tabela.

Se você tem alguma dúvida sobre esse assunto ou sobre os benefícios da Previdência faça sua pergunta que terei prazer em responder. Use o formulário “Consultor” ou nos comentários, deixe seu nome para facilitar a resposta.


Adendo: Uma nova tentativa de acabar com o fator previdenciário foi vetado hoje, 15.06.2010, pelo Presidente Lula.




Se gostou do post subscreva nosso FEED.
Cópia não permitida -  www.aposentadorias.net


60 comentários:

ORLANDO MAIA disse...

ORLANDO MAIA, DR. CATARINO, PORQUE AQUI EM SALVADOR-BA., NA NOSSA ASSOCIAÇÃO, NÃO CONSEGUIMOS AGENDAR UMA APOSENTADORIA, e TEMOS APULSO DE LIGAR PARA O TEL. 135 ? C - C : CARO CATARINO, FINEZA ENVIAR RESPOSTA PARA O NOSSO E-MAIL : associacao-ba@ig.com.br eternamente GRATO M A I A.

Anônimo disse...

Não posso mais esperar pelo fim do fator previdenciário. Agendei no INSS para a próxima segunda feira(25/01) a entrada do pedido de aposentadoria. Tenho 57 anos e tempo suficiente de contribuição, inclusive na soma de 85 anos para mulheres. Gostaria que me respondesse, caso eu já esteja aposentada, se poderia reivindicar mais tarde(se o fator previdenciário cair), a minha inclusão neste novo cálculo. Estou cansada e necessito parar, por favor , responda se devo ou não me aposentar agora ou esperar mais um pouco. Meu futuro depende da sua resposta. Atenciosamente, MARIA GENY.

Catarino disse...

Maria Geny.
Se você se aposentar agora não poderá pedir revisão depois para aproveitar a nova lei.
Quanto a esperar é muito difícil de orientar, pois não se sabe quando e nem se será votada, pois em ano eleitoral nada votam e se mudar o governo para candidato de outro partido deve reestudar a situação.
Por isso você deve ver sua situação pessoal e quando for atendida no INSS peça uma simulação de valor e ai decida o que for melhor, parar agora ou esperar mais.

Anônimo disse...

Prezado Dr. Catarino,
Já ouvi 2 regras basicas para calculo do beneficio e estou na duvida qual é a certa ou se existe uma outra mais correta:
1) 74 maiores ultimos salários
2) 80% ma media dos maiores salarios (Corrigidos) multiplicado pelo Fator.
Outra duvida; quem esta livre do fator é so aqueles que em 1999 ja poderiam se aposentar de forma integral?
Obrigado,
Gil Guimarães

Catarino disse...

Gil Guimarães.
A opção 1 não existe.
A opção dois está correta, contribuições desde 07/94 até o mês anterior do início da aposentadoria. Do total de contribuições são escolhidas 80% das maiores.
Quem tinha todas as condições em 1999 tem direito a usar a regra anterior, ultimos 36 meses, desde que seja mais vantajosa.
Espero ter esclarecido.

Anônimo disse...

Olá Bom dia:
Estou adorando ler seus comentários é bem elucidativo.
Tenho 58 anos, sou autônoma,estou com quase 19 anos de contribuição e tenho uns 06 meses que recolho os 11%, gostaria de saber se posso passar a recolher na base de 3 salários mínimo para ter uma melhor renda, em outubro de 2011 farei 60 anos.
Qual o prazo mínimo para passar a recolher salários maiores para quem vai aposentar por idade.
Grata Resende Helena
Abraço fraterno.



Ler mais: http://www.aposentadorias.net/2010/02/o-tempo-em-auxilio-doenca-e-considerado.html?showComment=1266546039437_AIe9_BGJMrzxyYYm8GLJ8mctHBC3H9tMNG2gmgdkDWLPYINLzdgzhxUrt5dlA2WcxCpPBZJUWWbycch4ghsNMNkjXJ8X3bOHz2rBaPBKe-LVrEAsjVzhupeJa2aPBSsaJHEg13YplvVvAsmNiM1btrHPFL2H_VzLnhj4knQw4DnxAv217mdAf50DHMJ4eq6V468j3KcrIPZvrhGOnbXnpQ_SKnewQMYlkDJBfRUwSDrf8ktz7zNEabat5YZy-1nXvUuA-5ZOBuLL#c4784071377819120705#ixzz0fwcw3WBG
Compras pela Internet Shopping do Catarino

Catarino disse...

Helena
Já respondi em outro comentário seu.

Anônimo disse...

MEU AVÔ, APOSENTOU-SE EM 12.11.1991, COM TEMPO DE CONTRIBUIÇÃO ACIMA DE 40 ANOS E 53 ANOS DE IDADE, NA ÉPOCA COM RECEBIMENTO DO BENEFÍCIO PELO TETO, LIMITADOS A 10 MÍNIMOS. sÓ QUE ATUALMENTE SUA APOSENTADORIA DIMINIU, HOJE, APROXIMADAMENTE, ESTÁ EM 4 MÍNIMOS.
ELE TEM DIREITO A REVISÃO DE SUA APOSENTADORIA. GOSTARIA DE ENTRAR COM UMA AÇÃO REVISIONAL PELO TETO. PODE? ANTECIPADAMENTE AGRADEÇO A ATENÇÃO DISPENSADA.

EDILSON SOUZA.

BELÉM-PARÁ.


resposta para: e-mail: ecsnoslide@ig.com.br

Catarino disse...

Edilson
Não há previsão legal para esse tipo de pleito. Mas se você quer deve procurar um advogado especializado para ver se vale a pena entrar com processo.

leo disse...

Prezado Catarino,
Suas orientações são precisas e muito elucidativas. Estou na mesma situação de grande número de brasileiros: tenho 56 anos e mais de 35 anos de contribuição. Penso em solicitar o quanto antes a aposentadoria pois, não creio que o fator previdenciário seja derrubado e, se o for, irão substitui-lo por outra "arapuca". A minha dúvida é relativa ao auxilio doença. Recebi este auxílio por 9 meses devido a cirurgia cardíaca e, sei que este período conta para a aposentadoria. Mas, qual o valor que será considerado "como salário" quando for calculada a aposentadoria? O valor que eu recebia do auxilio doença ou, o valor pelo qual eu pagava ao INSS ( R$ 93,00 )ref. ao sal. mínimo de R$ 465,00.

Grato,
Leo

Catarino disse...

Leo
O valor a ser considerado é o valor da mensalidade, mas se você recebia sobre o mínimo será considerado o valor mínimo.
Espero ter esclarecido.

Anônimo disse...

Prezado Catarino:

Você respondeu a Geni "Se você se aposentar agora não poderá pedir revisão depois para aproveitar a nova lei." Ora, então o que fazem aqueles já aposentados, brigando pela queda do FP? A briga deles é apenas para beneficiar aqueles que se aposentarem mais tarde, ou depois que o FP cair, se cair?

Camilo.

Catarino disse...

Camilo
Eles sonham que seus benefícios serão revisados, mas o Governo não irá aceitar uma lei que autorize rever todos os benefícios, inclusive que for se aposentar depois da lei, poderá optar em se aposentar pela regra antiga ou seja com o fator previdenciário para não ter que esperar até ter o número 95/85.

Anônimo disse...

Catarino,
Bom dia!

Eu tenho 31 anos de contribuição, e 49 anos de idade.
Você acha interessante eu aguardar a aprovação da nova lei 85/95?
Você tem idéia de quando entrará em vigor?

Grata

Catarino disse...

Não há previsão para ser votada a nova lei, mas se você esperar o tempo que falta para chegar aos 85, 2anos e meio, terá vantagem mesmo que se aposente pela regra atual, pois na sua idade você vai perder perto de 50% da média. Se você tem condições de continuar contribuindo mais esse tempo só terá vantagens, mas depende de suas condições.

Anônimo disse...

(João)
Boa noite!
Fui servidor público estadual e me aposentei integralmente. Posuo 51 anos. Nesse meio tempo, contribuí também, como professor, por 12 anos para a previdência social, (INSS), com interrupções e, agora, procurando a agência local, fui orientado a retomar o pagamento mensal, como administrador autônomo, até completar 65 anos. Se a orientação está correta, pagarei por 13 anos que, somados aos 12 anos já recolhidos, perfazem 25 anos de contribuição. Indago: precisarei, de fato, esperar até 65 anos de idade se já contribuí 144 vezes? Qual seria a contribuição ideal para ter uma aposentadoria condigna? As informações que me repassaram estão, de fato, corretas? E o período que deixei de recolher para a previência? Muito obrigado pela gentileza.

Catarino disse...

João.
Você precisa completar o mínimo de 15 anos e idade de 65 anos para se aposentar.
Se quiser ter uma renda melhor poderá contribuir por mais tempo e com valor mais alto. A renda é feita pela média das contribuições desde 07/94, por isso você deve ver de acordo com suas possibilidades o valor que vai contribuir.

Anônimo disse...

Caro Amigo, hoje conto com 56 anos de idade e 40 anos de contribuição, estou na espectativa de uma solução quanto ao fator, será melhor agora ou esperar mais algum tempo, quando devo perder com o fator.

Ronnei.

Catarino disse...

Ronnei
Com 56 anos de idade e 40 de tempo de contribuição você perderá 15 % da média.

Anônimo disse...

Olá! Boa tarde!! Preciso de uma orientação se possível, estou com 48 anos e 30 anos de contribuição.Sou do sexo feminino e até 2006 meu regime de trabalho era CLT, após esta data passei para estatutária. A prefeitura para qual trabalho acabou de implantar o regime próprio da previdência, com isso dizem que tenho que cumprir uma carência de 5 anos para eu poder aposentar com este regime. Mas, nestes 4 anos de existência, esta prefeitura, ora me alocou no regime geral, ora me alocou no municipal, pois como já estava perto dos 30 anos trabalhados, não tinham ainda uma política definida para tal. Resumindo, hoje estou com 18 meses de contribuição no regime municipal de aposentadoria e para eu me aposentar no regime geral dizem que tenho que abdicar ao concurso. Isto está correto? devo aposentar-me pelo INSS? Espero este o fim deste fator previdenciário? Está correto este prazo de carência? Desculpe por tantas perguntas, mas é uma decisão muito difícil.
Grata
NI

Catarino disse...

NI
Para você se aposentar pelo INSS terá que pedir demissão na Prefeitura. Quanto qual a melhor opção não posso dizer, pois não sei qual as regras do regime próprio, você pode fazer uma simulação nos dois regimes e ver qual a melhor.

Anônimo disse...

Tenho 53 anos e 35 de contribuição com teto máxino, se eu me aposentar neste ano. Quanto receberei de benefício mensal.


Att.,
Cláudio I

Catarino disse...

Claúdio.
A renda é feita pela média das contribuições desde 07/94, com 53 anos você perde 33 da média devido a aplicação do fator previdenciário.

Anônimo disse...

Possuo 50 anos de idade e 35 de contribuição,desses 35, 19 anexei de tempo de agricultura e o restante de inss, contribuí sobre 2 salários mínimos nos últimos 14 anos. Se pedisse a aposentadoria agora qual seria o valor do benefício que eu iria receber?

Catarino disse...

Com a aplicação do fator previdenciário você vai ficar com um valor muito próximo do mínimo.

Anônimo disse...

Prezado Catarino.Boa noite.
Tenho 47 anos de idade,29 anos de serviço com periculosidade.Contando com 1.4,tenho 35 anos de contribuiçao.Se a lei nao tivesse mudado em 1998,teria aposentado com 25 de serviço.Eu ainda posso aposentar pela especial?E se eu sair pelo tempo de contibuiçao,como ficaria? Sou Eletricitario.
Aguardo sua resposta.Obrigado.
Vicentinho. S.J.D.R

Catarino disse...

Vicentinho
Se você tem os formulários PPP para 25 anos de trabalho pode pedir a aposentadoria especial, se a perícia aceitar os PPPs você se aposenta com a vantagem de não ter o fator previdenciário aplicado. Na aposentadoria normal o fator diminuiu a renda.

Anônimo disse...

Amigo-2
Tenho 53 anos de idade e 35 de trabalho, mais uma possível adição de 1.4 até 1998,e sempre contribuir com máximo desde 94, quanto vc acha que vou perder se pedir minha aposentadoria agora, vou fazer uma simulação junto ao INSS,mas se vc puder me adiantar fico grato.

Catarino disse...

Amigo2
Se ficar nos 35 anos você vai perder por volta de 33% da média.

Indecisa disse...

Ola Catarino,

Estou com 46 anos e 30 anos de contribuicao (atualmente 2 anos)contribuo pelo minimo). Minhas contribuicoes (desde 94) sempre foram pelo maximo ou seja minha media é alta, mas por causa da idade o beneficio abaixa quase 50%.
Estou fora do mercado e nao quero pagar mais 9 anos, pois a media abaixaria muito. Entendi que pela regra 46+30 = 76 faltam nove anos.
É melhor pedir aposentadoria agora ? ou existe a possibilidade de na votacao da lei haver uma clausula beneficiando quem ja tem 30 anos de contribuicao?
grata,

Catarino disse...

Indecisa
Mesmo que a nova lei seja aprovada você poderá pedir a aposentadoria pela lei antiga, pois o direito é mantido para quem já tinha condições de se aposentar e não fez.
Boa sorte

Anônimo disse...

TINHA 50 ANOS ,31 ANOS 09 MESES E 28 DIAS DE CONTRIBIÇÃO EM 16/12/1998 E PODERIA APOSENTAR,MAS APOSENTEI EM 29/06/2001 COM 34 ANOS 03 MESES E 12 DIAS DE CONTRIBUIÇÃO,TENHO DIREITO DE REVISÃO SEM O FATOR PREVIDENCIARIO E COMO FAÇO ESSE CALCULO? RODRIGO EIRAS

Catarino disse...

Rodrigo
Na verdade o sistema faz os dois cálculos e lhe paga o que for melhor, é só você pedir a carta de concessão e demonstrativo de cálculo que irá ver. Caso tenha dúvida vá a uma agência e solicite para ver seu processo ou cópia para ver os cálculos que foram feitos.

Cidinha disse...

Catarino, boa noite:

Posso pedir a desaposentadoria e esperar a aprovação das novas regras e com certeza me será mais benefico, pois com o fator previdenciário perdi 40% do valor da aposentadoria em 12/2009. Não saquei nenhum valor.

Cidinha.

Catarino disse...

Cidinha
Sim, pode pedir a desistência da aposentadoria.
Tem que provar que não recebeu nenhuma parcela do benefício e nem FGTS ou PIS.
VivercomSaúde

Anônimo disse...

TENHO 29 ANOS E 3 MESES DE CONTRIBUIÇÃO, E 28 ANOS E 9 MESES DE CONTRIBUIÇÃO COMO FUNCIONARIA PUBLICA MUNICIPAL - REGIME CLT.
GOSTARIA DE SABER COMO FICA MINHA APOSENTADORIA, QUE POR TEMPO DE SERVIÇO ESTA PROXIMA E SE VAI SER GRANDE O DESCONTO - FATOR PREVIDENCIARIO. DESDE JA AGRADEÇO

Anônimo disse...

ME DESCULPE, ESQUECI DE COLOCAR A MINHA IDADE, TENHO 53 ANOS - SOU DO SEXO FEMININO - TENHO FIBROMIALGIA E DEPRESSÃO - O TRATAMENTO FICA CARO,NÃO TENHO COMO FAZER TERAPIA E TRABALHO COM DORES - SOU A ANONIMA DE CIMA..MAIS UMA VEZ, AGRADEÇO

Catarino disse...

Com 53 anos e 30 de contribuição você deve perder por volta de 30% da média.
A média é feita com as contribuições desde 07/94 escolhendo as 80% maiores.

Anônimo disse...

Preciso de uma orientação: Trabalhei de carteira de assinada 01/11/1985 à 01/04/1986 e de 09/05/1988 à 31/07/1995. De 03/2000 à 12/2006, recolhi em favor da Previdência Social sobre dois salários através de carnê, totalizando 163 contribuições para fins de carência. Em 07/03/2007, já com 60 (sessenta) anos dei entrada ao pedido de minha aposentadoria, em razão de ter preenchidos os requistos: idade/60/anos e 156/contribuições/2007. Entretanto, o INSS me concedeu a aposentadoria por idade, com renda de 01 (um) salário mínimo mensal, o que não é justo no meu entendimento, visto que recolhi conforme acima informado, sobre 02 (dois) salários mínimos. Assim sendo, faço a seguinte pergunta: Tenho direito de pedir administrativamente junto ao INSS a revisão da Renda Mensal - O valor que estou recebemndo? Aliás, o INSS não levou em consideração as contribuições referente ao período em que trabalhaei na empresa/prefeitura acima citada.

Catarino disse...

A renda é feita com as contribuições feitas a partir de 07/94 e como não tem contribuição em todo o período sua média fica no mínimo, mesmo pagando mais. Pode pedir revisão, mas o resultado será negativo.

Anônimo disse...

olá catarino! o médico do trabalho, me deu inapto ao retorno, e me encaminhou p/ o inss, e comunicou a administração p/ fazer uma CAT" de reabertura. gostaria de saber de vc, como seria esta suposta cat de reabertura? (Robim)

Catarino disse...

Robim
A reabertura da CAT ocorre que o empregado apresenta problemas de saúde originário do mesmo acidente de trabalho.
No INSS você pede o benefício normalmente.

INSS Consultor

Anônimo disse...

ola shor catarino tenho 45 anos estou em tratamento psisiguiatrico e tenho ernia de disco a4 anos estou afastado tenho beneficio aq 4anos gostaria de saber se tenho condiçao de me aposentar devidos esse quadro que estou passando gostaria de saber se vou consequi a aponsentadoria gostaria que me respondesse washington

Catarino disse...

Washington

A aposentadoria por invalidez é concedida pela decisão da perícia médica, por isso não há como opinar dizendo se terá ou não direito.

INSS Consultor

Anônimo disse...

falto apenas 4 meses para completarar 30 anos de contribuição. tenho 47 anos de idade e contribuo com o inss como contribuinte individual.
gostaria de saber se caso o fator previdenciario cair antes que eu complete o tempo para aposentadoria se perderei o direito de me aposentar daqui a 4 meses?

Catarino disse...

Você deve ser mulher para dizer que vai se aposentar quando completar os 30 anos.
Com a sua idade vai perder 50% da média.
Se a nova lei for aprovada você poderá se aposentar pela lei antiga(atual) mas sofrerá o desconto do fator previdenciário.

Anônimo disse...

Mulher, em 2010 completei 30 anos de contribuição (consultei o 135 que disse poderia parar de contribuir). Em abril 2011 completo 54 anos, devo aguardar a mudança do fator previdenciário ou me aposentar? Sou servidora pública desde 2002. Economicamente falando, o que devo fazer? Muito obrigada, estou muito indecisa.

Catarino disse...

Se você completou os 30 anos de contribuição ao inss e não vai mais pagar o melhor é se aposentar, pois a renda é feita pela média e se ficar sem pagar vai perder mais ainda.
Você pode esperar até completar a idade de 54 anos, que nesse caso ganha um ano no fator previdenciário.
Para aguardar o fim do fator teria que continuar pagando, pois o fator vai ser substituído pela idade mínima.

Anônimo disse...

mulher,em 2010 completei 30 anos de contribuiçao e 50 anos, devo aguardar a mudança do fator previdenciario ou me aposentar? sou metalurgica por favor o que devo fazer? muito obrigada, estou angustiada.

Catarino disse...

Essa é uma decisão pessoal que só você pode tomar. Se tem condições de continuar contribuindo pode esperar, pois com 50 anos deve perder mais de 40% da média e a cada ano que tiver de idade e de contribuição avança duas casas no fator previdenciário.
Catarino Alves
Este blog é gratuíto, mas você pode fazer uma DOAÇÃO para ajudar na sua manutenção. Use o PAGSEGURO.

Anônimo disse...

MULHER COMPLETO 33 ANOS DE CONTRRIBUICAO ESTE ANO E COMPLETO 52 ANOS DE IDADE TB ESTE ANO, SE ME APOSENTAR PERCO MUITO COM O FATOR, COMO FUCNIONA ESTE NEGOCIO DE A CADA ANO AVANCA DUAS CASA NO FATOR?

Catarino disse...

Regina
Deve perder por volta de 25% da média.
A cada ano que completa de idade e de contribuição o fator diminui duas casas, uma pelo ano de contribuição a mais e outra pela idade.

Anônimo disse...

REQUERI A MINHA APOSENTADORIA POR TEMPO DE CONTRIBUIÇAO E FECHEI 30 ANOS DE CONTRIBUIÇAO E COMPLETO 50 ANOS DE IDADE NO MES DE 11 2011, QUERO SABER SE COMPLETAR 50 ANOS QUE FALTA UM MES MUDAS ALGUMA COISA? O FATOR PREVIDENCIARIO CONTA MESES E DIAS? OU SO ANO FECHADO? E INFELIZMENTE JA SEI QUE DE r$ 2500,00 QUE SERIA O VLR DA APOSENTADORIA CAIU PARA 1586,00? QUASE 60%... QUE ROUBO HEIN? PODE RESPONDER A MINHA DUVIDA QTO AO FATOR PREVIDENCIARIO?

Catarino disse...

O fator previdenciário só considera ano fechado, assim se tem 49 anos e 11 meses é como se tivesse 49 anos, se tem 30 anos e 11 meses de contribuição conta como se tivesse 30 anos. Nesse caso esperar um mês ganha um ano na tabela.

luis claudio disse...

oi catarino, saiu no jornal dizendo que não pode aplicar o fator quem tem especial, isto é comprovado com o ppp, de 99 pra ca, esta no jornal, teve caso que foi causa ganha pelo beneficiario, aumentando sua renda.espero que seja verdade pois tenho quase 20 anos de insalubre comprovado com o ppp, mande respostas, sem muito obrigado.

Consultor em Previdência disse...

luis claudio
Isso não é nenhuma novidade, quem tem direito a aposentadoria especial não sofre o redutor do fator previdenciário.

geo disse...

Catarino, 1.tenho 50 anos de idade e 34 anos e 5 dias serviço na mesma empresa,e a mesma me demitiu , faltando 11 meses e 25 dias p/aposentadoria ela é obrigada a pagar INSS do restante é lei? 2.fiquei 11 meses e 15 dias afastado pelo INSS este periodo conta p/aposentadoria? Desde ja Agradeço .

Consultor em Previdência disse...

geo
Não há nenhuma lei que garanta emprego e nem que mande pagar inss.
O tempo em benefício conta, mas se tiver dentro do emprego não vai somar.

albertofischer disse...

Olá, bom dia, ela deve fazer uma ligação ao 135, porém eles disseram agora que eu precisaria ir na agencia pois a central do 135 não realiza mais nada relacionada a empréstimos, acabamos de ligar pra lá... Outra duvida, meu pai tinha câncer, demos entrada dia 04/07/2011 no pedido de isenção de pagamento do imposto de renda, porém a Pericia so foi realizada em 09/12/11, depois de muita insistência e reclamações na ouvidoria, pedimos ate pra irmos buscar o médico com nossos recursos. Minha pergunta, cabe pedido do direito retroativo? Desde quando demos entrada já que foi comprovado com a Pericia. Aonde devemos ir pois o inss joga essa responsabilidade pra receita e abreceita joga pro inss... Mesmo com o falecimento do meu pai, existe como receber esse imposto desses meses que a Pericia não foi?

Consultor em Previdência disse...

Alberto
A isenção de imposto é dada para uso na Receita Federal, quando forem fazer a declaração de renda dele terão que informar a isenção, caso já tem feito podem fazer uma retificadora, em caso de dúvida fale com a REceita.