QUERO DOAR R$ 20,00

domingo, 24 de janeiro de 2010

// // 8 comments

87 Anos da Previdência Social no Brasil.

87 Anos da Previdência Social no Brasil
Neste 24 de janeiro a Previdência Social do Brasil está comemorando 87 anos. Essa é uma data que deve ser festejada por toda a população, pois a Previdência garante a renda de milhões de brasileiros.

Tudo começou em 24 de janeiro de 1923 com a promulgação da Ley Eloy Chaves que criava a Caixa de Aposentadorias e Pensões para os empregados das empresas ferroviárias. Após essa lei seguiu-se outras que foram filiando diversas categorias à Previdência até a universalização ocorrida em 1988 com a promulgação da atual Constituição Federal.

Hoje a Previdência Social do Brasil é considerada a maior distribuidora de renda do País. Mensalmente são pagos R$ 16 bilhões para 27 milhões de benefícios.

A Previdência Social do Brasil, por meio do INSS, tem procurado evoluir e melhorar seu atendimento à população. Desde que instituiu o agendamento dos serviços e o atendimento via internet e telefone 135 as pessoas tem sido mais bem atendida.

Todos os serviços disponíveis no INSS são gratuitos e não necessitam de intermediários para a sua realização, é o maior órgão público do Brasil que atende o maior contingente de pessoas todos os dias.

Veja a História da Previdência neste Artigo.





Faça seu comentário e apareça no rol dos comentadores.
Se gostou do post subscreva nosso FEED.
Cópia não permitida -  www.aposentadorias.net
Fonte: Site da Previdência.
Compartilhar

8 comentários:

Principe Encantado disse...

Muito boa matéria, esta criação veio premiar os brasileiros de forma coerente, pena que anda tão cambalida e explorada erradamente.
Abraços forte

Luis Otávio disse...

Olá,
Você sabe me dizer qual a porcentagem do valor contribuido é investido em ações ?
Obrigado.

Catarino disse...

Luis Otávio
As contribuições recebidas pela Previdência Social não são aplicadas em nenhum tipo, vão direto para o Tesouro Nacional.
Espero ter ajudado

angela disse...

ola,gostaria de saber se o dinheiro fica desvalorizado.pois minha mae falou que eu tinha um dinheiro pra receber do meu pai que morreu na caixa,so que ela foi la e disseram que o dinheiro desvalorizou..tenho todos os papeis.aguardo resposta.angelaroberta1@gmail.com

Anônimo disse...

feijaozinho trabalhei com meus pais na roça ate me casar com 30 anos depois meu pai deu-me um pedaço de terras onde nao pode entrar maguinario para eu plantar arroz soja milho e mandioca para me ajudar e hoje ele faleceu edeixou um pegueno terreno para mim continuo tocando o de antes e o de agora mas moro na cidade e vou completar 51 anos este mes sera que vou conseguir me aposentar qdo chegar a idade de 55 anos desde ja agradeço sua ajuda

Catarino disse...

Feijãozinho
Se você vive na cidade vai ser difícil provar que é segurada especial.
Mas deve reunir os documentos e fazer o pedido para ter uma resposta definitiva.

Anônimo disse...

Boa noite Catarino
Veja só meu esposo tem 50 anos, aos 14 anos ele ja trabalhava com o pai na agricultura, especie de economia familiar, aos 18 anos foi para a cidade ondecomeçou a trabalhar no comércio de carteira assinada. Há 25 anos que ele trabalha no transporte de cargas com frutas cumprindo horário. Ele já se encontra bem cansado e reclamando de dores nas costa. Os anos anteriores que foram trabalhados em outra atividade pode ser convertido tambem paraaaposentadoria especial? Ele ja pode dar entrada em sua aposentadoria? Por onde devemos começar? /quais documentos de que precisamos Juntar. Aguardo resposta.
Muito obrigado pela criação do Blog, ele é tudo de bom.

Catarino disse...

Não tenho como responder se tem direito ou não. Para o tempo trabalhado ser considerado especial é preciso que tenha o formulário PPP e que este seja analisado e aceito pelo inss.
Se ele acredita que tem direito deve protocolar o pedido e ver o resultado.
O tempo que trabalhou na lavoura pode ser aproveitado, mas precisa ter documentos que comprovem cada ano pretendido.
Veja no quadro Artigos mais vistos no quadro a direita que tem artigo para atividade especial e para trabalhador rural.