Encontre resposta, de forma instantânea, para o que procura digitando sua dúvida na caixa de buscas abaixo:

quinta-feira, 17 de junho de 2010

INSS - Tabela de Contribuição Mensal 2010

INSS - Tabela de Contribuição Mensal 2010
A Contribuição mensal para a Previdência Social, INSS, deve ser feita levando em consideração os valores abaixo que estão em vigor desde 01.01.2010 data em que entrou em vigor no valor do novo salário-mínimo de R$ 510,00.


Os segurados empregados, empregado doméstico e trabalhador avulso utilizam terão o valor retido pelos empregadores ou deverão preencher seus carnês levando em consideração os seguintes valores:
- Quem tem rendimentos até R$ 1.040,22 contribui com 8%.
- Quem tem rendimentos de R$ 1.040,23 até R$ 1.733,70 contribui com 9%.
- Quem tem rendimentos de R$ 1.733,71 até R4 3.467,40 contribui com 11%.

O teto previdenciário está fixado em R$ 3.467,40, esse é o maior valor que um segurado pode receber como mensalidade em qualquer tipo de benefício. A exceção é o salário maternidade que não está sujeito a este teto e sim ao teto constitucional que é igual ao salário de um Ministro do Supremo.

Se você tem alguma dúvida sobre esse assunto ou outro relacionado à Previdência Social faça sua consulta que terei prazer em responder.

Se você quer fazer sua inscrição na Previdência e começar a contribuir veja estas as instruções AQUI.

Obs.: A tabela acima não é usada pelos contribuintes autônomos que pagam suas contribuições por meio de carnê. Estes pagam 20% do valor de referência. A tabela só é usada se o autônomo presta serviço à empresas que fazem a retenção dos valores pagos.


Com a aprovação do aumento dos benefícios em 7,72 % atualizei os dados acima.


Veja uma tabela com os valores mínimos e máximos do INSS neste artigo: http://www.inssconsultoronline.com/2010/07/inss-valor-minimo-e-maximo-de.html

Veja a atualização da tabela para o ano 2011 neste artigo: INSS. Tabela de Contribuição 2011.


Veja a atualização da tabela para o ano 2012 em Tabela de Contribuição ao INSS 2012.

Veja a atualização da tabela para o ano 2013 neste artigo: 

Contribuições ao INSS em 2013 devido ao novo mínimo.

Veja a tabela de contribuição para o ano de 2014 no artigo: O INSS e a tabela de contribuição para 2014


Caso tenha alguma dúvida faça sua pergunta, faça um depósito como DOAÇÃO, use o PAGSEGURO, e ajude a manter o blog.





Se gostou do post subscreva nosso FEED.
Cópia não permitida -  www.aposentadorias.net


582 comentários:

«Mais antigas   ‹Antigas   1 – 200 de 582   Recentes›   Mais recentes»
Anônimo disse...

Brasil o país dos impostos...

Onde um governo populista já deixou nossa dívida interna a + de 70 % do PIB... uma beleza e o melhor! somos nós que pagaremos a conta da festa de cargos de confiança que o Sr. molusco e seus amigos criaram... e somos mesmo mto bem atendidos, pois com 1 funcionário publico para cara 9 habitantes... só no senado são 3.000 funcionários, não para todo o senado, mas por SENADOR!!! quando acabará essa farra?? só no dia que deixarmos de ser imbecís? no dia em que realmente haver educação, trabalho, saúde?

Não dar esmolas mas sim dignidade, esse governo está criando, com um grande sucesso é claro e com auxilio de uma oposição que não existe, um país de esmolas... Ajudar sim, apadrinhar jamais!!!

Anônimo disse...

Caro Amigo, sou autonomo e gostaria de saber como eu faço pra começar a contribuir, é comprar o GPS e cadastrar? como eu faço esse cadastro? pela internet eu faço? No meu caso eu vo contribuir sobre 510,00 entao pagarei 8%? obrigado

Catarino disse...

Você pode fazer sua inscrição pelo fonte 135 ou pelo site www.previdencia.gov.br
O valor a contribuir é 20% ou 11%. A contribuição de 20% é para quem quer o plano completo da previdência.
Quem quer se aposentar por idade e ganhar somente o mínimo pode contribuir com 11% sobre o salário mínimo por 15 anos.
Veja mais informações aqui: http://www.previdencia.gov.br/arquivos/office/3_090428-143558-118.pdf

Jakson disse...

Por gentileza,gostaria de saber a diferença entre a contribuição de 20% e 11% dos autonomos (1007).
Sou autonomo,tenho 37 anos e contribuo com 11%,queria saber se estou fazendo o certo,contribuindo com 11%.
Queria saber tambem,como fico sabendo se estou em dia com as contribuições do inss.

Aguardo resposta,agradecido.

Catarino disse...

Jakson.
A grande diferença é que quem contribui com 11% no carnê só tem direito a aposentadoria por idade e só pode contribuir com um salário-mínimo.
Caso queira se aposentar por tempo de contribuição e com valor maior que o mínimo deve contribuir com 20%. Pode pedir o cálculo para contribuir o que deixou de pagar se quiser regularizar os períodos que pagou 11%.

Anônimo disse...

Boa tarde, sou servidor federal(médico) o desconto mensal no meu contracheque e de 514.00...tenho outras atividades em uma cooperativa medica que desconta o INSS nos meu repasses mensais, este desconto eh devido???
Muito obrigado

Catarino disse...

Amigo Médico. O desconto que você faz para o serviço público não tem nada a ver com o INSS. Se você presta serviço na iniciativa privada tem que recolher a contribuição, limitada ao teto, que hoje é de R$ 3.416,00.
No serviço público não há teto.
Espero ter ajudado.

Anônimo disse...

Olá , sou o Márcio. quais os procedimentos para colocar minha esposa como dependente de sua mãe, que recebe aposentadoria e pensão do INSS?
No posto de atendimento do INSS, encontro informações a respeito?
Obrigado, no aguardo.

Anônimo disse...

Olá, meu nome é Márcio.
Como faço para colocar minha esposa como dependente da mãe dela, uma vez que é aposentada e recebe pensão.
Quais os procedimentos necessários para tal?
Quando isso poderá ser feito?
Obrigado.

Anônimo disse...

Oiii Eu contritruo com 20% de um salario munimo
com o reajuste quanto vou pagar
Ate dezembro pagava 93,00 reais e agora quanto vou pagar
Obrigado
Jose

Catarino disse...

Márcio
Não há como colocar uma pessoa como dependente de outra. Os dependentes são determinados na seguinte ordem: Esposa(o), filhos menores, filhos maiores inválidos(invalidez antes de atingir a maioridade)
Os pais e os irmãos tem que provar dependência econômica.
Veja o artigo 22 do Decreto 3048/99 caso queira maiores detalhes.
Espero ter esclarecido

Catarino disse...

Jose.
O salário-mínimo é R4 510,00 , você deve contribuir com R$ 102,00.

Anônimo disse...

MEU NOME É MARIA ODETE. SOU PROF APOSENTADO DO GOVERNO ESTADUAL. ATUALMENTE PRESTO SERVIÇOS DE DIGITAÇÃO PARA UM CLINICA, PAGO O CARNÊ DO INSS COMO AUTONOMA E CONTRIBUO COM 20% PARA O INSS. FIZ MINHA INSCRIÇÃO COMO DATILOGRAFA, POIS NÃO ACHEI COMO DIGITADORA, ESTA CORRETO O MEU PROCEDIMENTO.

Anônimo disse...

CONTINUANDO, EU MARIA ODETE TENHO 56 ANOS, DEVO CONTRIBUIR POR 15 ANOS COM 20% SOBRE O VALOR DO SALARIO MÍNIMO?

Catarino disse...

Maria Odete
Se você quer se aposentar por idade com um salário-mínimo poderá contribuir com 11% por 15 anos. É só fazer a opção e mudar o código de contribuição em uma agência do INSS.
Espero ter ajudado

Anônimo disse...

eu pagava R$93,00 DE inss sou autonomo quando pagarei em 15 /02/2010

Catarino disse...

Você vai pagar R$ 102,00 , salário R$ 510,00

Anônimo disse...

Gostaria de saber como eu faço, pois paguei durante 1 ano o valor errado, eu optei por 20% por um periodo paguei 93,00 depois eu quis aumentar para 2 salários e paguei 166,00 onde o correto seria 186,00 como faço, agora - Adriana

Catarino disse...

Adriana
Você terá que ir em uma agência e solicitar o cálculo, mas não tenho certeza que isso será aceito, pagar a diferença, pois os recolhimentos podem se situar entre o mínimo e o teto.
Nas agências tem o pessoal que cuida da arrecadação de pessoas físicas.
Boa sorte

Jéssica disse...

Olá,Boa Noite!
Eu contribuo com 20% de um salário mínimo e sou autônoma.
Até dezembro paguei R$93,00 reais.Devo pagar quanto agora?
Obrigada!

Catarino disse...

Jéssica
O valor será de R$ 102,00 e o salário-mínimo é R$ 510,00

Anônimo disse...

Boa noite meu nome e N.B. eu fiquei cinco anos sem pagar o que devo fazer para regularizar a minha situação,depois de cinco anos voltei a pagar o inss como autonomo ,como eu posso fazer para pagar este cinco anos que fico para trás.
Obridada.

Anônimo disse...

já trabalhei quinze anos e paguei o inss ,com quantos anos posso me aposentar

Anônimo disse...

bom dia, me chamo silvia, minha duvida é que em 2009 paguei meu inss(autonomo)errado R$ 83,00 o valor que pago é sobre o salario minimo e agora o que devo fazer??AGradeço pela atenção.

Catarino disse...

Silvia
Você vai ter que procurar uma agência para fazer o cálculo dos valores da diferença e pagar. Você pode pagar todos de uma vez ou agrupando alguns meses, depende da sua capacidade de pagamento.
Se deixar assim não vai valer quando for pedir um benefício.
Espero ter esclarecido

Anônimo disse...

Pago como autonoma 20% sobre um salario minimo. As empresas de seguros recolhem 11% sobre as minhas vendas.
Ex. se em janeiro eles recolheram 67reais, basta
eu recolher a diferença para completar 102,00?
Obrigada!
Cristina

Catarino disse...

Cristina
O trabalho autônomo feito às empresas tem recolhimento de 11% do valor cobrado e você não precisa recolher mais nada sobre esses valores.
Você pode recolher sobre outros valores que receba de outras fontes. Um recolhimento de 67 reais equivale a uma renda de 609,00, pois a empresa retém de você 11% e depois recolhe também a parte empresa que completa os 20%.
Qualquer coisa retorne.

Anônimo disse...

Maria Jose
Trabalhei em uma empresa de nov/65 ate nov/70, depois voltei a contribuir com o cód 1406 em jan/2004, quando houve a opção passei a contribuir com 11% cod. 1473, e contribuo até hoje. Tenho 65 anos completados em nov./09 quando poderei requerer a minha aposentadoria?

Catarino disse...

Maria Jose
Pelas minhas contas você tem 11 anos, vai precisar contribuir mais 4 anos para completar a carência de 15 anos.
Espero ter esclarecido

Anônimo disse...

Catarino, boa tarde,

eu recebia ate o fianl de janeiro R$ 750,00 e agora estou recebendo R$ 1200,00 qual o valor que eu pago ao inss apartir de fevereiro, e apartir de quanto tempo esse valor irá valer na minha indenisação caso venha a ser demitido, quer dizer com quanto tempo recebendo este salário ele virá a contar na minha indenização?

Anônimo disse...

Quero saber com quanto tempo este salario pode ser a base do meu fgts, e so depois de um ano, alguns meses ou a partir de agora?

kennedy disse...

Com quanto tempo quando o funcionário é promovido, seu novo salario vem a contar como base para o calculo de seu fgts/indenização caso venha a ser demitido?

Catarino disse...

Se você é empregado o novo salário começa a valer a partir do mês recebido ou seja R$ 1.200,00. A indenização em caso de demissão será calculada sobre esse valor. O valor de desconto ao INSS é de 9% dando R$ 108,00.
Espero ter esclarecido.

Catarino disse...

Kennedy
O novo salário conta a partir do primeiro mês que constar na CTPS para todos os efeitos legais.
Se o aumento foi dia 01/02 e no dia 02/02 a pessoa é demitida o cálculo da indenização trabalhista já é calculada por esse valor. Já o FGTS é pelos depositos feitos e a multa é paga sobre o saldo existente, por não influi o novo salário.
Espero ter esclarecido.

Anônimo disse...

Maria Jose
Em 15/02 voce respondeu a minha pergunta dizendo que tenho que contribuir com mais 4 anos,mas não existe uma tabela com um redutor de tempo para quem começou a contribuir com a previdência antes de um determinado ano que não me lembro agora, e por esta tabela o numero de contribuiçoes seria 138 qdo completasse 60 anos

Anônimo disse...

Meu nome é Sérgio p carias.
tenho 31 anos de contribuição e 53 de idade,
quanto tempo faltam para eu me aposentar pela
proporcional.

Rubem disse...

Rubem de Recife
Qual o valor mínimo e máximo para quem vai começar a contribuir como autônomo?
Devemos começar a pagar com um valor mínimo e depois ir aumentando?

Catarino disse...

Rubem
O valor mínimo é R$ 510,00 e o máximo 3.416,54.
Dentro desse intervalo pode pagar sobre qualquer valor, não há necessidade de iniciar pelo mínimo e nem sem manter no mesmo valor, pode pagar de acordo com a renda real ou de acordo com a possibilidade financeira.
Em caso de benefício a renda é feita pela média das contribuições.
Espero ter esclarecido.

Anônimo disse...

Olá, até o mês passado eu pagava de contribuição 51,15, gostaria de saber qual o valor que devo pagar agora com o novo salário.
Grata
Cássia

Catarino disse...

Cassia
Você paga 11% então o novo valor é R$ 56,10.
Salário 510,00

Fernando disse...

Bom dia a dúvida sobre o pagamento em atrazo qual a percentual da multa e qual o prazo limite para o pagamento obrigado Lucas

Catarino disse...

Lucas
Os juros e multa são calculados por dia de atraso e por isso não tenho como lhe dizer.
No site www.previdencia.gov.br você consegue calcular informando os dados do mês não pago.
A data limite é o dia 15, se cair em dia não útil pode pagar no primeiro dia sem juros.
Espero ter esclarecido.

Anônimo disse...

Contribui para a previdencia de nov/1965 até nov/1970, depois voltei a contribuir como facultativo em jan/2004 e contribuo até hoje. Tenho 65 anos de idade completados em out/2009, gostaria de saber quando poderei requerer a minha aposentadoria por idade. Eu me enquadro naquela lei 8213/91 que fala em redução de carencia para os filiados antes de jul/91/? no aguardo de sua resposta agraadeço Edesio.

Catarino disse...

Edesio.
Você precisa completar 15 anos de contribuição, em 2009 era exigido 14 anos e este ano é 14 e meio, mas pelas minhas contas você tem no máximo 11 anos, por isso precisa aguardar até completar a carência.
A redução é acima explicada para quem ingressou antes de 07/91.
Espero ter esclarecido.

Anônimo disse...

Sou servidor publico federal - engenheiro civil. Pergunta: Gostaria de saber se eu posso ser Responsavel Tecnico de uma empresa de engenharia, a empresa ira recolher o meu inss com base em um salario minimo de R$ 510,00. Quanto ela tem que recolher e se isto é LEGAL. Em caso de Legalidade informar-me a lei e o artº. GRATO, FERNANDO DE FREITAS

Catarino disse...

Freitas
A proposta deste site é responder sobre os benefícios do INSS. A sua questão de direito adm, posso lhe dizer que a lei é a 8.112, mas você terá que ver no setor de pessoal do órgão que trabalha para ver se seu cargo traz algum impedimento. Em sentido amplo não há impedimento de exercer função fora do serviço público, desde que não seja conflitante em horário, mas o melhor é ver no seu órgão.

Anônimo disse...

Ola Catarino, meu nome é Dagoberto

Pago R$ 93,00 e no ultimo dia 15/02, não atualizei o valor e paguei os R$ 93,00, como faço para regularizar?

Agradeço a atenção. Obrigado.

Catarino disse...

Dagoberto
Nesse caso você deve pagar, no próximo mês, o valor correto acrescido do que faltou neste mês.
No seu carnê você faz a anotação dos valores pagos para quando for requerer um benefício o funcionário veja que foi corrigido o valor a menor.
Espero ter esclarecido.

Anônimo disse...

Caro amigo, antes de tudo parabéns pela louvável iniciativa de ajudar a todos neste tema tão complexo. Minha dúvida é sobre a situação de aposentadoria da minha mãe, hoje com 64 anos. Ela recebeu benefício (auxílio doença) de 2006 a 2008 (durante 3 anos). E contribuiu para a previdência nos 11 anos anteriores. Há pouco mais de 1 ano perdeu a condição de segurada, após ter feito uma perícia médica. Por não concordar com o resultado, fez, sem sucesso, outras perícias em seqüência. Por favor, quando ela terá direito a se aposentar, seja por idade ou tempo de contribuição? Como ela deve proceder de agora em diante?
Obrigado, Carlos.

Catarino disse...

Carlos
Sua mãe vai precisar pagar mais 4 anos de contribuição para ter direito a aposentadoria por idade. O tempo mínimo é 15 anos.
Espero ter esclarecido.

Anônimo disse...

Catarino, obrigado pela pronta resposta! Mais uma dúvida, por favor: ela deve pagar contribuição como autônoma por mais 4 anos sob qual percentual, 11 ou 20%? É possível pagar o tempo restante em uma única parcela?
Grato, Carlos.

Anônimo disse...

Catarino, reformulando as perguntas: ela deve pagar contribuição como autônoma por mais 4 anos (o tempo em que ela recebeu benefício não conta: 11+3 anos?) sob qual percentual, 11 ou 20%? É possível pagar o tempo restante em uma única parcela?
Grato, Carlos.

Alice disse...

Ola meu nome e Alice!
pago o GPS_INSS como autonomo, hoje 2 sálarios mininos ( 20%) seria 93,00 reais, quando preciso fazer o reajuste?
se quiser voltar a pagar sobre 1 sálario posso? qual seria o valor?
espero uma resposta
obrigado

Catarino disse...

Alice
A contribuição sobre 2 mínimos é de R$ 204,00.
Se você pagava R$ 93,00 era sobre um mínimo.
O Novo valor é devido desde 01/2010. O salário-mínimo é R$ 510,00.

Catarino disse...

Carlos
Ela pode escolher 11 ou 20 a única diferença é que os 11 só podem ser recolhidos sobre o salário-mínimo.
Não há como antecipar pagamentos.

Catarino disse...

Carlos
Tempo em benefício não conta para a carência mínima de 15 anos.

Anônimo disse...

Bom dia, gostaria de saber se um servidor público federal, que recolhe PSS em folha mensalmente está obrigado a recolher INSS quando presta serviços como autônomo, pagos trimestralmente através de RPA? É possível deixar de recolher INSS tendo em vista que já há recolhimento no PSS?
Grato,
José William

Catarino disse...

Jose William
Os regimes são diferentes, se você presta serviço na iniciativa privada é contribuinte obrigatório e por isso tem que recolher ou tem os valores retidos pelas empresas onde presta serviço.
Você também tem todos os direitos de segurado da Previdência Social.

Anônimo disse...

I.F eu pago pelo codigo 1007 o valor de 93,00 quanto devo pagar agora ouve reajuste com o aumento do salario

Catarino disse...

IF
Desde janeiro teria que pagar 102,00, pois o salário mínimo passou para 510,00.
Se você pagou 93,00 em fevereiro relativo a competência 01/210 terá que pagar este mês a diferença junto com a contribuição da competência 02/2010 que vence no dia 15.
Espero ter esclarecido

Anônimo disse...

esqueci de pagar o gps mes passado,busquei a tabela de multa no site da previdencia mas não consigo encontrar. Você pode me orientar?( marcia )

Catarino disse...

MARCIA
Você pode usar este site: http://www.previdencia.gov.br/conteudoDinamico.php?id=258
É só escolher o seu caso.

Anônimo disse...

Catarino, boa noite.
MEU MARIDO E´FALECIDO,MAS AINDA VIVO ENTROU COM PROCESSO P/ REVISÃO DE BENEFICIO CONCEDIDOS PELA PREVIDENCIA SOCIAL ENTRE 1994 A 1997.ANTES DE SAIR ALGUMA SOLUÇÃO ELE FALECEU ,MAS COM A CERTEZA QUE IRIA RECEBER,CONFORME INFORMAÇOES DE COMPANHEIROS QUE TAMBEM ENTRARAM NO PROCESSO.DEPOIS DE SUA MORTE ESTE ANO FIQUEI SABENDO QUE O DINHEIRO SAIU, MAS OUTRA PESSOA RECEBEU.UMA PESSOA ENVIOU UM TELEGRAMA DO SINDICATO DOS METARLURGICOS-MG CHAMANDO URGENTE ELE PARA ELE LIGAR PARA UM NUMERO E NOME,MAS QUANDO LIGUEI DISSERAM QUE FOI ENGANO.DIAS DEPOIS QUANDO PEDI AO MEU SOBRINHO PARA SABER ALGUMA COISA, ELE RETORNOU QUE JÁ HAVIA SIDO PAGO.--COMO?--COMO SABER QUEM RECEBEU ,A QUEM VOU RECORRER?-( O FALECIMENTO SE DEU EM NOV/20040) .AGUARDANDO SUA RESPOSTA DESDE JÁ AGRADEÇO .LAURA

Catarino disse...

Laura
Você deve procurar o sindicato e lá terão que lhe mostrar quem foi a pessoa que sacou, caso não consiga deve procurar um advogado e fazer registro na polícia de que não sacou o valor. Se é processo judicial deve haver um advogado que tem a procuração do falecido para representá-lo e esse profissional que você deve procurar para saber quem sacou.

Anônimo disse...

Boa tarde!
Pago mensalmente a minha doméstica - cód. 1600, sempre o salário mínimo. E recolho o INSS, que era de R$ 93,00, passando para R$ 102,00 com o aumento do salário mínimo para R$ 510,00. Sempre me complico ao calcular os valores. Como pagarei o novo valor de R$ 102,00, qual será o desconto dela?
Outra coisa, não é de costume atrasar os pagamentos, devido as necessidades para quem vive com apenas um salário mínimo, bem como os seus direitos. Infelizmente, ocorreu no mês passado o não pagamento do recolhimento INSS, por um emprevisto, agora quero colocar em dia o referente a este mês (março) e referente ao mês passado (fevereiro). Como faço para saber do valor/multa/juro e ao pagar na agência lotérica, não aceitam devido a data que não consigo alterar ao gerar a guia???
No aguardo e já agradecida!
Cuiabana...

Catarino disse...

Cuiabana
A competência 02/2010 pode ser paga até o dia 15 de março.
Se você não pagou o mês de janeiro que devia ser pago até 15.02.2010 terá que pedir o cálculo em uma agência ou fazer no site da Previdência. A guia já sai com os juros e multa.
http://www.previdencia.gov.br/conteudoDinamico.php?id=258

Anônimo disse...

ola me chamo Roberta eu e meu marido somos autônomos gostaria de saber se pagando o inss de 11% ou o de 20% teremos os mesmos direitos q um empregado registrado tem pois meu marido precisa fazer uma cirurgia e precisará ficar de repouso ele podera entrar na caixa ou não assim como os outros aposentadoria por invalidez etc!!!!
obrigada

Anônimo disse...

Silvia Regina Azevedo
Sou contribuinte do INSS há 20 anos e pagava até o ano passado o máximo relativo à 1 salário-mínimo (ano passado contribuia mensalmente com R$ 93,00).

Neste ano fui ao INSS, onde me informaram que não imporatava qual seria o valor da minha contribuição, pois pagando a taxa máxima, ou mínima, eu teria direito ao mesmo benefício (mesmo valor de aposentadoria).
Desde então, passei a contribuir mensalmente com 56,00 reais (mês de fevereiro apenas).

Quero saber com quanto devo contribuir mensalmente para ter direito ao salário mínimo integral e todos os benefícios pertinentes quando me aposentar.
Qual a diferença entre pagar o mínimo e o máximo?
Sou autônoma!
Obrigada.

Anônimo disse...

Silvia Regina
Sou 1007 (contribuo mensalmente e sou autonoma, NÃO trabalho para nenhuma empresa).
Para eu ter direito à 1 salário -minimo quando me aposentar tenho que contribuir com quanto, 11% ou 20%?
Se eu contribuir com 20% vou receber mais, ter mais benefícios??

Sou deficiente auditiva.
Se eu me aposentar antes do tempo de serviço, vou receber quanto de aposentadoria?
Obrigada desde já!

Anônimo disse...

Fernanda A.
Olá, sou deficiente auditiva, me enquadro no 1007 (autonoma, pago mensalmente) e NÃO trabalho para empresa.
Quero sbaer se devo contribuir com 11 ou 20% para ter direito a 1 salário mínimo quando me aposentar. Se eu pagar 20% terei mais benefícios, a aposentadoria que receberei será maior? Por que se não, é melhor pagar com 11%, né?!
E se eu quiser me aposentar antes de 30 anos de contribuição, por não poder mais exercer a atividade laborativa, como fico?
Obrigada

Catarino disse...

Roberta
O segurado que contribui com 11% só não tem direito a aposentadoria por tempo de contribuição.Os outros benefícios tem direito igual.

Catarino disse...

Silvia
O mínimo é um salário que dá R$ 102,00 se você contribui com 20%.
Se você contribui com 11% dará R$ 56,10 por mês, você tem todos os direitos menos aposentadoria por tempo de contribuição e recebe sempre um salário-mínimo.
Se você que se aposentar só por idade pode seguir pagando os 11%.

Catarino disse...

Fernanda A. A resposta acima serve para você também, não há diferença no valor a receber, nos dois casos recebe um mínimo, a diferença é que quem paga 11% só pode se aposentar por idade, não tem aposentadoria por tempo de contribuição.

Anônimo disse...

PREZADO AMIGO,

1-É MAIS VANTAGEM CONTRIBUIR PARA A PREVIDENCIA PÚBLICA OU PRIVADA, NO CASO DE TER QUE OPTAR POR UMA DAS DUAS?
2-EU CONTRIBUO COMO FACULTATIVO MENSAL NO VALOR DE 20% DO SALÁRIO MINIMO, SERIA VANTAGEM REDUZIR PARA 11% E PAGAR UMA PREVIDENCIA PRIVADA?
3-QUEM PAGA 20% SOBRE O SALÁRIO MINIMO, NA HIPOTESE DE FACULTATIVO MENSAL, RECEBERIA QUANTO DE APOSENTADORIA? RECEBERIA APENAS R$ 510,00?


AGRADEÇO PELA AJUDA

EDUARDO

Catarino disse...

Eduardo.
A previdência pública funciona como um seguro, protege você e seus familiares.
Se você paga um salário receberá este valor nos benefícios, tanto faz pagar 11 ou 20.
A diferença é que quem paga 11% só pode se aposentar por idade.
A previdência privada para lhe garantir os mesmos benefícios da pública você teria que pagar um valor bem maior.
Espero ter esclarecido.

Anônimo disse...

Olá, sou profissinal autonomo e emito RPA para empresa, sendo que eles descontam de INSS 11% do que recebo. Gostaria de saber se eles recolhem mais 09%, além dos meus 11%, complementando meu INSS, ou são 11% meus e mais 20% da empresa?

Ricardo

Ana Amélia disse...

Minha mãe tem 65 anos, (completados em novembro) e contribui de forma autônoma para o INSS (20%) desde o ano de 1995. Quanto ela terá direito a aposentadoria?

Catarino disse...

Ricardo
A empresa desconta os 11% de você e quando faz o recolhimento completa com a sua parte. Este recolhimento equivale aos 20% que você recolheria se contribuísse com o carnê.

Catarino disse...

Ana Amélia
Sua mãe precisa completar os 15 anos de contribuição, dependendo do mês que iniciou o pagamento deve estar completo ou completando esse tempo.

Anônimo disse...

Caros,
Minha esposa esta pagando R$51,15, agora estamos vendo que o sálario teve um reajuste, queremos saber a partir de quando o salário foi reajustado e como devemos proceder para acertar o que não foi pago? Antonine

Anônimo disse...

Senhor Catarino, boa tarde.
Olha pela informação que temos, quem se cadastra do MEI, pode contribuir refte salário de 510,00 com 9% no carne, totalizando 45,90 mensais. Ou o Sr tem alguma outra informação.
Obrigado, Luiz

Catarino disse...

Antonine
Desde janeiro o salário é 510,00. Você deve pagar a diferença junto com a próxima parcela. Terá que passar em uma agência para pegar o cálculo ou ligar para o fone 135.

Catarino disse...

Luiz
O mínimo para contribuir é 11% do salário mínimo, quem está pagando menos não terá direito a benefícios. Pode contribuir com o que falta, pedindo o cálculo em uma agência.
Outra coisa quem contribui com 11% não tem direito a aposentadoria por tempo de contribuição, só por idade e no valor mínimo.

UBIRAI SOUZA disse...

BOA TARDE;

MEU PAI TEM 10 ANOS DE CONTRIBUICAO AO INSS, PRESICO SABER SE EXISTE ALGUMA FORMA DE PAGAR A DIFERENCA EM UMA UNICA PARCELA.

AGRADECO QUEM PODER MIM AJUDAR

SE POSSIVEL FOR ENIAR A RESPOSTA PRA O MEU E-MAIL: ubirai.s.souza@hotmail.com

Anônimo disse...

Ana Maria

Olá.
Estava pagando como facultativo (1406) e há alguns meses comecei a trabalhar como dactilógrafa/digitadora, sem carteira assinada.
Estou cadastrada no site do PrevCidadão e consigo ver a consulta integrada às informações do trabalhador. Lá aparecem 3 valores: salário da contribuição, valor da contribuição e valor pago.
Enquanto não trabalhava, pagava a contribuição de 20% e estava tudo ok (valor da contribuição = valor pago). Depois que comecei a trabalhar, passou a ter uma diferença entre estes 2 valores. Isto é normal? Ou terei que pagar esta diferença?

Catarino disse...

Ana Maria
Não sei te dizer o porquê dessa diferença, você vai ter que ir a uma agência para ver se está tudo certo.

Anônimo disse...

Oi Senhor Catarino meu nome é Thais ,minha mãe foi aposentada por invalidez por um periodo de 13 anos, mas teve a sua aposentadoria cortada e depois de 3 anos voltou a contribuir, queria saber se esse periodo que ela ficou aposentada conta para fins de pedido de aposentadoria hj???
Queria registrar que ela não estava encostada e sim aposentada e tem todos dcs que comprovam isso.

Anônimo disse...

Cristina

Olá!!!
Tenho 30 anos e nunca trabalhei registrada e vou começar a contribuir agora como autonoma com o valor de 20%.Gostaria de saber quanto tempo de contribuição devo pagar para me aposentar e se é verdade que o calculo feito para a aposentadoria é em cima dos ultimos 5 anos antes de se aposentar?
Certo de um retorno
Obrigada

Catarino disse...

Thais
O tempo em que esteve aposentada por invalidez e também em auxílio-doença conta como tempo para aposentadoria por idade ou por tempo de contribuição, só não conta para a carência que é de 15 anos para os dois benefícios.

Catarino disse...

Cristina
Para se aposentar por tempo de contribuição terá que pagar 30 anos e se for se aposentar por idade, terá que ter 60 anos e 15 de contribuição.
A renda é calculada pela média de contribuições desde 07/94. Se você começar agora e pagar por 30 anos sua renda será pela média de pagamentos nesse período.
Se você quer se aposentar com um salário mínimo e somente por idade, pode contribuir com 11%, mas só vale para um mínimo.

Anônimo disse...

oLÁ me chamo francisca, estou desempregada tenho 51 anos na época era secretária ganhava
dois salários minimos,com carteira assinada com 18 anos de trabalho, como faço para me aposentar com os mesmos dois salários

Patricia disse...

Gostaria de tirar uma dúvida, fui contribuinte do INSS durante 6 anos a última contribuição foi em 2002 estou grávida e hoje possuo uma empresa de representação comercial não sabia que se tivesse pago 3 meses de contribuição já entraria novamente com o auxilo maternidade, meu contador me disse para pagar tres guias de uma só vez que poderia dar a entrada, marquei hora na previdencia e levei as tres guias pagas em atraso pois paguei 3 meses de uma só vez e o que me disseram é que teriam que mandar aa documentação para a chefia para ver se irá ser aceito, paguei 526,00 nas tres guias isso está correto?

Catarino disse...

Francisca
A renda é feita pela média das contribuições desde 07/94 e por isso não há como indicar que valor pagar para obter uma renda certa.

Catarino disse...

Patrícia.
O salário maternidade é pago para a empregada e desempregada a menos de 12 meses do parto.
A empresária na qualidade de contribuinte individual tem que pagar 10 meses anteriores ao parto, se pagou em atraso poderá não ser aceito e três meses não cumprem a carência mínima.

Amelia disse...

trabalhei mais de 28 anos com carteira assinada hoje quero pagar INSS como autônomo, mais quero pagar um valor maior q salário mínimo, um exemplo:

quero pagar sobre 1200,oo quanto devo contribuir mensal//
agradeço muito.
Amelia

Catarino disse...

Amélia
Você tem que contribuir com 20% ou seja com 240,00.

Ana Maria disse...

Olá,
Minha mãe tem 56 anos, possui 109 contribuiçoes, conforme calculo na agência do INSS, foi informada de que precisa contribuir até os 61 anos para receber a aposentadoria. Ela contribuiu com diversos valores e disseram q agora ela pode contribuir pelo código 1473 com R$ 56.00 ou 1406 com R$ 102.00. Gostaria de saber se ela contribuir com um valor maior ela vai ganhar mais na aposentadoria ou se nao vale a pena. Att. Ana Maria

Ronaldo M Urbaniho disse...

Existe um caso parecido com o meu, mão como não entendi direito vou explicar meu. Trabalho registrado desde 06/1979, de la para ca tive periodos sem comtribuição pois estava desenpregado, o maior deles é de 3 anos. Vivia de bicos. Gostaria de seber se ha como recolher esses periodos que são de anos atras, 1986, 1989 e 1993, só para contagem de tempo para aposentadoria. A soma desses periodos é de 6 anos e ajudaria no tempo que falta. Não tinha vinculo empregaticio com ninguém nem com empresa nenhuma. Agradeço se puder me ajudar.

Anônimo disse...

Boa Noite,
Meu nome é Carlos e estou com algumas dúvidas sobre a aposentadoria do meu pai, em Março, ele completou os 35 anos de contribuição ao INSS e 56 anos de idade, os últimos 23 anos foram pagos como autonomo, sálario hoje de R$ 438,00 e os anos posteriores sempre na mesma faixa salarial dos R$ 438,00, e ao mesmo tempo as empresas as quais ele prestou serviços, caminhoneiro, tambem recolhiam, a base de cálculo eu não sei. Quando ele foi dar entrada no INSS a informação passada pelo funcionário e que ele iria receber algo em torno de R$ 2100,00 mensais, esse valor é sobre o que ele pagou, os R$ 438,00?
Outra pergunta, constatamos que algumas empresas descontavam o INSS dele e não repassavam, solicitamos as mesmas a regularização do pagamentos do INSS, se as mesmas regularizarem ele poderá receber uma contribuiçaõ maior do INSS ou já está no teto?
Desde já agradeço pela ajuda e dou-lhe os parabens pelo site que realmente ajuda nestas questões tão complicadas.
Carlos.
cja.ribeiro@gmail.com

Catarino disse...

Ana Maria
Depende de quanto ela pagava antes, a renda é feita pela média desde 07/94, se foi pelo mínimo ou próximo disso não adianta pagar agora valor maior que não vai alterar a média.

Catarino disse...

Ronaldo, na qualidade de desempregado só é possível efetuar pagamento em dia, por isso esses períodos passados não tem como ser recuperados.

Catarino disse...

Carlos
A renda é feita pela média e sobre essa média é aplicado o fator previdenciário.
Para você ter ideia de como vai ficar a renda do seu pai pode fazer uma simulação neste site: http://www010.dataprev.gov.br/cws/contexto/conrmi/index.html
O teto hoje é R$ 3.416,00, mas devido ao fator previdenciário é muito difícil que alguém receba esse valor. No caso de seu pai ele perde 25% da média.
Catarino

Rcsantos disse...

Bom dia, tenho 32 anos de contribuíção e 49 anos de idade, eu poderei de aposentar com 35 anos de contribuíção e 52 anos de idade?
Reginaldo

Catarino disse...

REginaldo
Completando o tempo de contribuição de 35 anos não há exigência de idade mínima.
Boa sorte

seba disse...

Caro Dr. Catarino
Fui vereador durante dois mandatos (8) anos, mas não contribuia com o inss, pois a vereança era gratuita nessa epóca.
Depois fui eleito vice prefeito quando era então descontado o inss e fgts da folha de pagamento durante 6 anos.
Em seguida fui eleito prefeit muncipal quando também era descontdo na folha de pagameto os valores ao inss e fgts, bem como pis/pasep durante mais 6 anos. Assim, contribui com 12 anos. Ja se passaram cerca de 20 anos e não mais contribui.
Gostaria de saber o que devo fazer para alcançar minha aposentadoria após completar 70 anos de idade?
Fico Grato Franklin Seba

Anônimo disse...

Boa noite, meu nome é Paulo Cesar, minha inscrição no INSS é de 1980, trabalhei 1 ano, paguei apenas 1 parcela como autonomo no ano de 1988 e só voltei a contribuir quando me empreguei em 1994, 1 ano, voltei a trabalhar empregado em 97 a 2005, estou a 5 anos sem pagar, estive no INSS e descobri que posso pagar o atrasado, 1 parcela do atrasado e 1 atual,paguai a primeira agora no mês 3 estou com alguns resultados de exames não muito bons, segundo minha medica eu deveria estar recebendo auxilio doença ou até uma possivel aposentadoria por doença, terei problema para receber ou aposentar ? O que fazer ?
Agradeço antecipadamente.

Anônimo disse...

Posso pedir auxilio doença nestas condições?tenho 1 ano de exercito 1987, 1 ano no primeiro emprego 1980, 13 meses no segundo 1994 e 8 anos no ultimo 1997 a 2005 sendo que fiquei 5 anos sem pagar e voltei a pagar este mês de março.

Agradeço novamente.

Paulo Cesar.

Catarino disse...

Franklin
Se você for se aposentar no INSS precisa ter 65 anos de idade e 15 anos de contribuição.
70 anos é a aposentadoria compulsória para servidores públicos, se for esse o seu caso não sei dizer sobre quanto tempo precisa ter, pois cada município tem suas regras.

Catarino disse...

Paulo Cesar
Se você já está doente os pagamentos que está fazendo agora não irão servir, valem somente para aposentadoria por idade ou por tempo.
O auxílio-doença exige qualidade e carência, as contribuições tem que ser anterior a doença.

Catarino disse...

Paulo Cesar
Vale a mesma resposta acima.

Anônimo disse...

BOA NOITE, MEU NOME ´E LEIDIANE,COMEÇEI A CONTRIBUIR COMO AUTONOMA O VALOR DE 20% SOBRE O SALARIO MINIMO MAS HOUVE CONTRATENTOS FINANCEIROS E QUERO PASSAR A CONTRIBUIR 11% É POSSIVEL?
ANTECIPADAMENTE AGRADEÇO!

Anônimo disse...

Catarino. Meu nome é João Paulo.
No caso de aposentadoria por idade posso me aposentar com 65 anos tendo contibuído um mínimo de 15 anos. Digamos que eu contribuí esses 15 anos no início da profissão e fiquei por exemplo 25 anos sem contribuir. Como é feito o calculo para o recebimento da aposentadoria? É a média simples das contribuições ou é abatido algo? Esse valor que eu contribuí 25 anos atrás é reajustado por qual índice para os dias de hoje?(ipca?igpm?)Na aposentadoria por idade vale a regra que tira fora do cálculo as 20 menores contribuições?
Agradeceria muito a resposta. Abraço

Deise disse...

Olá, meu nome é Deise e gostaria de saber se posso contribuir para meu marido. Ele pagou apenas uma vez, quando se inscreveu, em 1995, e depois nunca mais pagou. Ele está com 38 anos e eu gostaria de contribuir para ele, já que ele não tem emprego fixo e acha bobagem pagar.
Uma segunda pergunta: Eu contribuo como autonoma com 20% do salário minimo. Se eu baixar para 11% e depois arrumar um emprego fixo com salário maior que o mínimo até me aposentar, o tempo que contribuí com 11% continua valendo ou terei que pagar a diferença até os 20%?
Obrigada e parabéns pelo site.

Catarino disse...

João Paulo
No seu caso vai receber o salário-mínimo, pois a renda é calculada pelas contribuições feita a partir de 07/94 para cá e se não tem contribuições nesse período fica com o mínimo.

Catarino disse...

Deise
No seu caso, se ocorrer a volta para a alíquota normal terá que pagar a diferença no período que usou os 11%, pois essa contribuição só dá direito a aposentadoria por idade por um salário-mínimo.
Quando a seu esposo é só contribuir como facultativo e se pretende se aposentar somente por idade pode usar os 11% para ficar mais em conta.

Anônimo disse...

fiz hoje a minha inscrição como contribuinte individual,gostaria de saber quando vou receber o carne de pagamento e como posso escolher o quanto vou pagar.


obrigada, Maria I. F.

Anônimo disse...

Catarino.
É o João Paulo. O caso foi só um exemplo, todas as contribuições serão após 94.
Faço as mesmas perguntas do meu post anterior
Obrigado

Catarino disse...

Maria
O carnê você compra em papelaria e quem diz quanto vai pagar é você, pode pagar desde o mínimo até o teto.

Catarino disse...

João Paulo
A renda é feita pela média das contribuições.
Veja o artigo abaixo onde explico cada caso no cálculo da renda.
http://www.aposentadorias.net/2010/01/como-e-calculada-renda-dos-beneficios.html

Catarino disse...

LEIDIANE
Pode mudar para os 11%, mas lembre que nesse caso só tem direito a aposentadoria por idade e por um salário-mínimo.
Se depois quiser voltar ao normal terá que recolher todos os meses que pagou a menor.

Anônimo disse...

Catarino é o João Paulo, muito bom o teu texto. Tenho 2 dúvidas:
1)Na aposentadoria por idade são excluídas as 20% menores contribuições para cálculo do benefício? Se um contribuí 15 anos(15*12=180)Nesse caso são excluídas as 36 menores contribuições?
2)Vc sabe qual indicador é usado para atualização dos valores?(IPCA,IGPM)

Muito obrigado novamente

Catarino disse...

João Paulo
Para saber como é calculada a renda veja este artigo: http://www.aposentadorias.net/2010/01/como-e-calculada-renda-dos-beneficios.html
O índice usado é próprio da Previdência, de acordo com o artigo 175 do decreto 3048.
Veja no site http://www.previdencia.gov.br/conteudoDinamico.php?id=401

Anônimo disse...

bom dia meu nome é creuza e gostaria de saber quanto devo pagar de inss sobre 2.500 reais pois sou autonoma e gostaria de me aposentar e receber mais ou menos este salario e quantos anos tenho que pagar....no caso de invalidez quantos meses tenho que pagar para receber o benefício

seba disse...

Caro amigo recebi a resposta anterior, agora gostaria de saber o seguinte: Tenho 70 anos, só contribui durante 12 anos. Deixei de contribuir desde 1989.Gostaria de me aposentar pelo INSS e alcançar uma aposentadoria com o teto máximo. A pergunta é a seguinte: Quantos anos terei que pagar agora? Qual o valor de cada parcela? e se pagar de uma só vez é legal? Quanto irei receber mensalmente pelo INSS?
OBRIGADO
FRANKLIN

Anônimo disse...

Caro Amigo, meu nome é Sérgio, tenho que acertar anos anteriores de recolhimento do INSS da minha esposa, pelo código 1007 SOBRE 5 salários, no Site que calcula e emite a GPS, pede Salario Base, esse salário é o da época? ex. 05/2005 salário mínimo da época R$ 300,00, ou é o salário minimo atual R$ 510,00? Agradeço e aguardo resposta. abs

Anônimo disse...

Caro Amigo, meu nome é Sérgio, pedi anteriormente um auxilio sobre contribuições de INSS em atraso, para complementar o pedido anterior, gostaria de saber se no cálculo do benefício a receber, é expurgado 20% dos menores salários de contribuição. no aguardo, agradeço.

Catarino disse...

Creuza
Para contribuir sobre 2.500,00 você tem que pagar R$ 500,00 por mês.
Quanto a renda de benefício o cálculo é feito na média desde 07/94 até o mês anterior ao benefício, por isso sua renda vai depender de quanto pagou nesse período.
A carência para benefício por incapacidade é de 12 meses, mas tem que ser pagos antes do início da doença, se você já está doente ou incapacitada mesmo que pague esse período não ganhará o benefício.

Catarino disse...

FRANKLIN
Você precisa pagar mais 3 anos e não há como antecipar.
Não há como receber o teto, pois a média é feita com as contribuições desde 07/94, por isso mesmo que contribua esses 3 anos com o teto ainda assim poderá ficar com o mínimo. Você não tem contribuições para fazer a média.

Catarino disse...

Sergio
Os valores são os de cada época, depois serão reajustados. No seu caso será os R$ 300,00.
Para responder a segunda pergunta lhe digo que o cálculo é feito com as contribuições desde 07/94 utilizando 80% das maiores e desprezando 20% das menores, desde que tenham contribuições em todo o período.

seba disse...

Oi amigo, volto a pedir outra informação, já que não tenho contribuição para fazer a média, pois só contribuí 12 anos e parei em 1989, sendo que de lá para cá não maiscontribui. Gostaria de saber quantos anos deverei contribuir ao INSS para obter uma aposentadoria equivalente a 3 ou 4 mil reais e se posso antecipar as contribuições mensais,pagando de uma só vez.
Grato
Franklin

Catarino disse...

Franklin
O teto da previdência é 3.416,00.
Não há como antecipar contribuições.
No seu caso é praticamente impossível ter uma renda no teto, pois a média é feita com as contribuições desde 07/94, período em que você não tem contribuições.

Anônimo disse...

Meu nome e Marlene, tenho 56 anos e 17 anos com 9 meses de contribuicao. Sei que posso me aposentar por idade.Pedi junto ao INSS para fazer uma simulacao para saber o valor de minha aposentadoria daqui ha 4 anos. Me informaram que seria de 1 salario minimo. Posso contribuir sobre o teto maximo de 10 salarios minimos ( 20 por cento ) para aumentar minha renda daqi ha 4 anos, ou o teto maximo eh 3.416,00 e contribuo 11 por cento? Isso aumentaria o valor de meu beneficio daqui ha 4 anos? Obrigado

Anônimo disse...

caro amigo, tenho uma empregada e pago um salario gostaria de saber quanto por cento devo pagar para o inss

Anônimo disse...

caro amigo, meu nome e rodrigo e gostaria de saber qual a % para empregado domestico.

obrigado

Anônimo disse...

gostaria de saber a tabela de contribuição para profissional autônomo.

Anônimo disse...

Caro consultor, gostaria de esclacer qual a tabela de contibuição previdenciaria para profissional autônomo.grata Angela

Anônimo disse...

Sr Catarino

Meu nome é Meire, tenho 52 anos, tenho a inscrição de atividade no INSS, mais parei de recolher pelo codigo 1007 em 12/2000, completo 30 anos de contribuição em Março/2011, posso recolher todo atrasado ? pois recomeçarei a pagar o carne pelo codigo 1007 a partir deste Mês.
Grato.

Anônimo disse...

Olá. Meu nome é Fred. Contribuo para a previdência como segurado facultativo com 20% do salário mínimo (R$102). Ao pagar a contribuição do mês de Abril/2010 (competencia Março/2010), descobri que paguei o valor errado em Fevereiro (R$93). Para fazer o pagamento da diferença devida pretendo fazer o seguinte:
a- no programa de cálculo existente no site do MP (www3.dataprev.gov.br/cws/contexto/captchar/index_cipost2.html) , vou entrar com o valor da diferença (102-93=9)e calcular os juros devidos em relação a esta diferença
b- vou acrescentar o valor calculado à minha contribuição em Abril
Está correto este procedimento ?
Em que campo do boleto de Abril devo acrescentar o valor calculado ?
Existe alguma outra ação que preciso tomar ?
Muitíssimo Obrigado pela sua orientação.

Lu disse...

Gostaria de saber qual o valor mensal de desconto de contribuição previdenciária para servidor pubico federal. Peço que cite a lei em que consta tal informação.
Obrigada.

Anônimo disse...

OI BOA TARDE.
MINHA MAE CONTRIBUI COM 11% A MAIS DE UM ANO.
POREM ELA GOSTARIA DE PASSAR A CONTRIBUIR COM 20%. COMO DEVO PROCEDER?

Catarino disse...

Marlene
Você não pode contribuir com 11% para valores acima do mínimo, tem que recolher 20%.
É difícil opinar sobre valor, pois depende de quanto você recolhia no período de 07/94 para cá, pois a média é feita nesse período. Se você sempre pagou pelo mínimo e agora pagar pelo teto, vai ter uma renda muito próxima do mínimo e pode não valer a pena o investimento.

Catarino disse...

Rodrigo e anônimo.
O percentual é de 20% do salário mínimo, você desconta 8% da empregada e recolhe 20% do salário mínimo ou do salário que paga, se for superior ao mínimo.

Catarino disse...

Angela
A tabela é a que está no quadro verde, vale para recolhimento via carnê. Se você presta serviço com autônoma para alguma empresa tem a contribuição retida sobre o valor recebido limitado ao teto.

Catarino disse...

Meire
Sim pode recolher atrasados, você terá que ir em uma agência para pedir o cálculo e emitir a guia.
Boa sorte

Catarino disse...

Fred
Está correto o seu raciocínio.
Você calcula e acrescenta ao valor normal do mês, não há campo específico. Você recolhe o valor normalmente e anota no seu carnê a parte que pagou para completar o mês a menor.
Espero ter esclarecido.

Catarino disse...

Lu
Servidor público segue outras regras e tem o recolhimento de 11% da renda. A lei é a 8.112, mas o melhor é você procurar o RH do órgão onde trabalha.

Catarino disse...

Ela terá que recolher os 9% que faltou em cada período, pode passar em uma agência e pegar uma guia única com os valores para que fique certo os recolhimentos.

Anônimo disse...

Sr. Catarino.

Grato pela resposta.

Abs Meire.

Anônimo disse...

Sr. Catarino

Grato pela resposta

Abs Meire.

Anônimo disse...

ola queria saber uma coisa eu pago 93 reais de inss queria saber quanto vou pagar no mes de maio no dia 15/05/2010.
tenho essa duvida
se puder me responda obrigada pela atencao

Catarino disse...

Você está pagando errado, o valor correto é R$ 102,00 desde 01/2010. Para acertar você terá que pagar a diferença junto com o próximo mês. O aumento foi antecipado para janeiro.

Anônimo disse...

Tenho 25 anos de contribuição no INSS em março/2010, meu pedágio é de 1 ano e 3 meses, tenho contribuições em atraso, minha idade é 52 anos. Se eu pagar os atrasados correspondentes ao pedágio, posso entrar com pedido de aposentadoria proporcional por tempo de contribuição?
Agradecendo desde já pela resposta,
Vanda

Catarino disse...

Vanda
Sim, pode pedir a guia e pagar e depois pedir a aposentadoria.
Boa sorte

Dalto Varela disse...

Pago 11% de pro labore
e 20% no GPS em carnê no codigo 1406 os dois no meu nit.
Pergunto pago duas ou pago errado. ta certo assim?

Catarino disse...

Daltro
Está certo o seu procedimento, lembro apenas que não deve pagar mais que o teto, veja quanto foi descontado na empresa e complemente com o carnê até o teto.

Anônimo disse...

caro Catarino vc falou que tenho essa possibilidade de pagar os atrasados do inss pois tenho empresa e nunca paguei o inss 10 anos, te pergunto compensa em pagar os atrasados? mesmo que seja por um salario minimo tive registro em carteira de 1988 ate 1999 em 2000 abri em presa para prestar serviço não tenho funcionario minha idade é 40 anos atenciosamente Paulo

Catarino disse...

Paulo
Isso depende da sua condição financeira, se tem condições de pagar esse tempo sempre é vantajoso.
Os cálculos são feito pela Receita Federal.

Anônimo disse...

olá, como faço para conseguir uma tabela dos reajustes de aposentadoria para quem ganhava mais de um salário mínimo, desde 1990... se puder me envie a resposta por e-mail: jairoluisgass@gmail.com
desde já obrigado.

Denise disse...

Olá Dr. Catarino, meu nome é Denise tenho 43 anos e fui contribuinte sendo funcionaria 07/1986 a 07/1998 (12 anos) com 3 salários mínimos hoje corrigidos e apos essa data fiquei desempregada (9 meses ) e comecei no mês 05/1999 ate hoje (11 anos ) sou contribuinte individual 20% de 1 salário mínimo cód 1007

Para completar os 30 anos de contribuição(7 anos que falta) gostaria de saber se nesses últimos anos é vantagem pagar mais de um salários mínimo.Também os meses que deixei de contribuir quando fiquei desempregada (08/98 a 04/99) 9 meses é vantagem acertar a diferença e pagar 1 ou 3 salário mínimo ou não e deixar para pagar no final. Seria possível receber mais que um salário mínimo e quantos anos a mais de 30 contribuição é aconselhável pagar. Desde já agradeço muito sua atenção com suas respostas e parabéns pelo blog

Catarino disse...

Denise
O período que esteve desempregada não poderá pagar, pois nesses casos só são aceitos pagamentos em dia.
A renda dos benefícios é calculada pela média desde 07/94, por isso se você pagar a mais daqui para frente vai melhorar a média, mas não sei se vale a pena ou não o investimento.
Da média você ainda perde o fator previdenciário que na sua idade vai ser por volta de 50%.

Catarino disse...

jairo
Assim que conseguir lhe mando por e-mail

Anônimo disse...

SARA
AUTONOMA
SEMPRE DESCONTEI COMO AUTONOMA, JÁ FAZ 19 ANOS, FALTA UM ANO E MEIO PARA ME APOSENTAR POR IDADE, DURANTE OS 16 ANOS E MEIO DESCONTEI 20%, SOBRE UM SALÁRIO MÍNIMO, TENDO DESCONTADO DURANTE 9 MESES SOBRE DOIS SALÁRIOS MÍNIMOS. AGORA HÁ DOIS ANOS E MEIO, DESCONTO SOBRE 11% DO SALÁRIO MÍNIMO, GOSTARIA DE SABER COMO FICA O CALCULO DA MINHA APOSENTADORIA QUANDO ME APOSENTAR POR IDADE. DESDE JÁ AGRADEÇO.

DESCOBRI, ESTE SITE PELO FACEBOOK PARABENS PELA INICIATIVA.

Anônimo disse...

Tenho que fazer um carnê novo ou posso regularizar o antigo vencido desde mês 7 de 1998,como posso fazer para pagar os atrasados ?

Anônimo disse...

como eu ia dizendo meu carnê era autonomo empregada domestica.

Catarino disse...

Sara
Quem paga os 11% só pode se aposentar por idade, se é essa sua vontade continue. Quando for se aposentar a renda será feita pela média de suas contribuições a partir de 07/94, da média será pago 70% mais 1% por ano de contribuição e se o resultado for superior ao mínimo você receberá o valor encontrado.
Se você queria se aposentar por tempo de contribuição terá que voltar a pagar sobre 20% e pagar a diferença do período que pagou 11%.
Espero ter esclarecido.

Catarino disse...

Empregada doméstica não paga atrasados, não tem valor para benefícios.
Se você quer contribuir como autÔnoma terá que ir em uma agência e mudar sua atividade e receber o código para começar a pagar.

Anônimo disse...

MEU NOME É DINÁ GOSTARIA DE SABER SE EU PAGAR OS 20% COM VALOR DE 204;00 DURANTE 15 ANOS, QUE É O TEMPO DE ME APOSENTAR QUE É 60 ANOS, SE EU TERIA UM BENEFICIO EQUIVALENTE A DOIS SALARIO MINIMO APROSSIMADAMENTE, COMESSANDO A CONTRIBUIR A GORA, ESTOU COM 45 ANOS
DESDE JÁ AGRADEÇO.

Anônimo disse...

CONCEIÇÃO
GOSTARIA DE SABER SE É VERDADE QUE MESMO QUE DESCONTAR-MOS SOBRE UM POUCO MAIS DO SALÁRIO MINÍMO,PARA O INSS, QUE NÃO ADIANTA!!! QUANDO FORMOS APOSENTAR POR IDADE O INSS PAGA APENAS UM SALÁRIO MINÍMO, É VERDADE?

Catarino disse...

Diná
A renda é feita pela média desde 07/94 e desta média é pago 70% mais 1% por ano contribuído. No seu caso seria 85% da média, então não receberia 2 salários, pois você vai ter um grande período sem contribuição e isso vai levar a média para baixo.

Catarino disse...

Conceição
A renda é feita pela média desde 07/94 e depois ainda é descontado o fator previdenciário, se a aposentadoria for por tempo, por isso se você paga um pouco a mais a renda pode ficar no mínimo, mas quem contribui com bem mais que o mínimo recebe mais também.

Eduardo disse...

Ola, sou o Reginaldo Prada
Contribui ao Inss ate 03/2003, e tenho 23 anos completos de contribuicao, porem depois disto nao paguei mais nada, nem pela empresa que tenho no supersimples. Pergunto se vale a pena recolher o atrasado ou pagar mais 12 anos (daqui para frente ) na faixa de 03 sal minimos?

Catarino disse...

Eduardo
Já respondi por e-mail sua dúvida.
Ficar sem pagar os atrasados vai prejudicar sua média, caso tenha condições de pagar vale a pena.

Anônimo disse...

Olá, há oito anos contribuo para INSS pelo código 1406. Entretanto, passei para um cargo público efetivo estatutário. Gostaria de saber se há alguma possibilidade de continuar contribuindo, sem averbar este tempo no cargo público, ou se eu perco todos estes anos de contribuição? Desde já agradeço pela atenção.

Anônimo disse...

Olá, há oito anos contribuo para INSS pelo código 1406. Entretanto, passei para um cargo público efetivo estatutário. Gostaria de saber se há alguma possibilidade de continuar contribuindo, sem averbar este tempo no cargo público, ou se eu perco todos estes anos de contribuição? Desde já agradeço pela atenção. Cristina

Catarino disse...

Cristina
Se você tem uma atividade que não seja conflitante com o serviço público pode continuar contribuindo, só não é permitido contribuição como facultativo.

Anônimo disse...

Olá, tive desconto durante 8 anos e 9 meses, quando clt, depois passei para estatutário. Recentemente, aposentei-me, e comecei a pagar como individual, código 1163. Gostaria de saber se conta o período anterior para aposentadoria por idade, ou seja, estes 8 anos pagos anteriormente. E se posso aposentar-me pelo Inss, já que sou aposentada pelo Estado.
Grata,
Heidi

My funny life disse...

ola contribui toda a minha vida como empregada e nos ultimos 15 anos venho contribuindo no codigo 1007 e pagando 20% como arquiteta autonoma , so que so nos ultimos 2 anos estou pagando o teto maximo e estou perto de me aposentar , esta certo este codigo?
tambem paguei algumas vezes em duplicidade , isso posso rever depois? Muito obrigada Rita

My funny life disse...

Gostaria de saber tambem onde posso achar as multas e juros para pagar o teto maximo que estou pagando que e o valor de R643, 78 que paguei erroneamente mes passado como mes de abril e ficou aberto o mes de marco, nao encontro como calcular os juros e multa de 1 mes de atraso. Muito obrigada
Rita

Rafaela disse...

Por favor, preciso de informação sobre o dispositivo legal para o recolhimento do teto para pessoas que tenham mais de um emprego ou que já se encontram aposentadas mas estão assumindo novo cargo. Encontro explicações a esse respeito mas não consigo a Fundamentação legal. Ficarei grata se puder me ajudar.

Catarino disse...

Heidi
Se você não aproveitou no Estado esse tempo, levando certidão, poderá usar normalmente para completar a carência de 15 anos e se aposentar por idade.
Pode ter as duas aposentadorias.

Catarino disse...

Rita
O código esta correto.
Quanto a renda será calculada pela média das contribuições desde 07/94.
Quanto aos pagamentos em duplicidade, você pode usar normalmente ser somados não ultrapassar o teto, ou mudar a competência caso tenha deixado algum mês sem pagar.

Catarino disse...

Rita
Entre neste site: http://www.previdencia.gov.br/conteudoDinamico.php?id=54
É só preencher a guia com os valores que o sistema calcula o resto.

Catarino disse...

Rafaela
Você encontra no decreto 3048/99 ou na Lei 8.212
O aposentado que volta a trabalha contribui obrigatoriamente até o teto.
Quem trabalha em duas empresas deve comunicar quanto recolhe em uma empresa para que não recolha além do teto na outra. Caso tem sido pago além do teto a empresa deve pedir a restituição e fazer a devolução ao empregado.

Moysés disse...

Caro amigo tenho uma conhecida que é professora pública e recentemente recebeu um aumento em seu salário devido uns cursos que fez, ela está pleiteando a aposentadoria. No entanto a prefeitura do municipio no qual é empregada está querendo conceder a a posentadoria com base na remuneração que ela recebia quando começou a trabalhar. Gostaria de saber qual e o valor que tem direito?.

Catarino disse...

MOyses
Os municípios seguem regras diferentes das que trato aqui, INSS, por isso não sei dizer se está certo ou não.
No INSS é pela média das contribuições, se uma pessoa recebe um aumento nos últimos meses não altera a média.

Anônimo disse...

Boa noite,
Sou advogada e recolho pelo 1007 (20%), pelo que entendi eu posso recolher pelo 1163(11%)e o valor da minha aposentadoria será a mesma, ou seja, 1 SM, apenas não poderei aposentar por tempo de contribuição.
Isto está correto?
Outra questão, nós advogados que trabalhamos com assistencia judiciaria temos descontados de nossas certidões 11% do valor recebido, ocorre que estes recolhimentos nem sempre atingem os 11% ou são efetuados todos os meses, minha dúvida é: eu devo apenas completar estas contribuições qd forem necessárias, ou posso deixar de recolher como autonoma, visto que um colega de trabalho q nunca recolheu individualmente se aposentou com 1 SM baseado apenas nas contribuições efetuadas pela assistencia judiciária.
obrigada!

Catarino disse...

Está certo, quem contribui com 11% só se aposenta por idade e precisa de 15 anos, por isso se ficarem alguns meses sem recolhimento no final pode obter o benefício do mesmo jeito, pois pode ter completado o tempo mínimo. Deve ser isso que ocorreu com seus colegas.

Lea disse...

Boa noite! Eu trabalhei 11 meses carteira assinada, depois paquei contribuiçao do INSS por 6 meses, e voltei a ter a cardeira assinada por 6 anos, fui mandada embora, comecei a pagar o INSS a 2 anos, agora eu passei no concurso puplico, eu possso continuar pagando o INSS com a profissão de Datilografa ou eu peço averbaçao. Muito Obrigada pela atenção

Catarino disse...

Lea
Depende da sua idade, pois no serviço público você precisar desse tempo para se aposentar, mas se você tem menos de 30 anos, pode trabalhar mais 30 no serviço público para se aposentar(No serviço público não há aposentadoria por idade)e continuar contribuindo para se aposentar no INSS quando completar 30 anos de contribuição.

Anônimo disse...

Olá, sou empregado CLT e contribuo para o INSS sobre um salário de R$ 2.000,00. Gostaria de contribuir para com o teto máximo. Posso complementar a diferença com um carnê? Como calculo a diferença? Seria 20% sobre R$ 1.416,00? Obrigado. João Carlos

Catarino disse...

João Carlos
Você pode pagar o complemento por carnê, mas na hora do cálculo da renda os valores pagos por carnê serão considerados atividade secundária e entram no cálculo com um deságio.

VivercomSaúde

Anônimo disse...

BOA NOITE.PAGO MEU INSS COMO AUTONOMO CÓDIGO
1007 VALOR DE R$93,00X3=R$279,00 ESSE VALOR
TINHA QUE SER ALTERADO MAIS EU NÃO ALTEREI COMO DEVO FAZER AGORA POIS PAGUEI DE JANEIRO ATE A DATA DE HOJE. EU PAGO 20% SOBRE O VALOR DO SALARIO NO CASO EH 20%SOBRE O VALOR DO SALARIO ATUAL COMO DEVO FAZER PARA PODER PAGAR A DIFERENÇA E FICAR EM DIA COM O INSS ME AJUDE POR FAVOR LHE AGRADEÇO ABRAÇO.

Catarino disse...

O valor correto é 102,00, por isso você precisa procurar uma agência para fazer o cálculo da diferença que será paga junto com o próximo mês que for pagar.

Anônimo disse...

eu pago 102 reais com qt eu vo se aposenta

Catarino disse...

O pagamento de R$ 102,00 dá direito a aposentadoria por um salário-mínimo, hoje R$ 510,00.

Anônimo disse...

O que é o deságio que a previdência considera quando um contribuinte tem mais de uma atividade (atividades secundárias)? Isto prejudica o cálculo da aposentadoria? Muito Obrigado.João Carlos

mariza disse...

Catarino, boa tarde, Paz e Bem!
A minha pergunta completa a do João Carlos, tenho 28 anos de CLT e completarei 47 anos em junho, gostaria de completar o salário pagando o carne no vr. de R$2.000,00, voce disse que pode, mas que haverá um deságio, voce acha que vale a pena contribuir e se for contribuir se posso pagar desde 01/10, pois até 12/09 mantinha um salário de aproximadamente 2.000,00.
obs: esta média de salário vem desde 08/2000.
Obrigada por sua iniciativa e ajudar as pessoas com seus esclarecimentos, que Deus abençõe voce e sua família.
Mariza-MG

Anônimo disse...

Boa Tarde
Meu pai tem 56 anos e 25 anos de contribuição até ano o 2001. Tem empresa aberta desde 2003. Começou a recolher pelo carnê em 2008 pelo cod. 1406 (sobre 2 salarios).A aposentadoria dele é com 30 ou 35 anos? O fato de ter empresa aberta influencia em alguma coisa? Matildes

Catarino disse...

João Carlos
Quando a pessoa tem duas atividades elas são separadas em principal e secundária, a secundária entra no cálculo, mas não soma igualmente sofre uma diminuição, não sei dizer quanto.
Então a média é feita usando 100% da atividade principal e um percentual da secundária.

Catarino disse...

Mariza
Não é possível pagar mensalidades em tempo passado, não entendi se você quer completar o que contribui como empregada ou se quer contribuir como autônoma.
De qualquer forma vai alterar a renda, mas não será simplesmente somada, a segunda contribuição, se for complementar, sofre um deságio na hora do cálculo da renda.

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 582   Recentes› Mais recentes»

Postar um comentário

Caso tenha dúvida faça sua pergunta, utilize o FÓRUM DO CONSULTOR.
Ajude a divulgar o artigo indicando no Google+

Postagens populares

 
Copyright © Benefícios da Previdência - Todos os direitos reservados.
Imagem header crédito: stock.xchng - Template Minima de Douglas Bowman - Design por Linketal.com